Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

'São Paulo percebeu que a situação era desesperadora', reconhece Dorival Junior

Treinador disse que vê a equipe melhorando no Campeonato Brasileiro, mas ainda espera sequência de vitórias

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2017 | 12h28

O técnico Dorival Junior exaltou nesta terça-feira a mudança de postura dos jogadores do São Paulo nos últimos jogos do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, o time vive uma crescente e espera uma sequência de bons resultados para consolidar o trabalho que vem sendo desenvolvido.

+Escute nossos podcasts e fique por dentro das notícias dos clubes paulista

"Os jogadores perceberam que precisávamos mudar a intensidade dos treinamentos e dos jogos, que assim cresceríamos. E aí mudaram. O São Paulo percebeu que a situação era desesperadora e, quando o ser humano se sente acuado, é natural que comece a produzir de forma diferente", avaliou.

Para o treinador, o time melhorou em todos os aspectos.  "O São Paulo está criando mais, buscando mais oportunidades e jogando mais dentro do campo adversário. Também estamos marcando com mais intensidade. Isso é muito importante e estamos no caminho para voltarmos a ter grandes resultados", afirmou.

Apesar de não perder há três jogos, o São Paulo segue na zona de rebaixamento, na 17ª posição do Brasileirão, com 28 pontos. Para Dorival, a permanência na parte de baixo da tabela frustra a melhora do trabalho coletivo. "É frustrante. Percebemos a entrega da equipe, a qualidade apresentada e percebemos que estamos na mesma situação mesmo melhorando a cada rodada. Isso incomoda", desabafou o treinador.

Dorival voltou a reclamar da arbitragem no clássico com o Corinthians, no último domingo. Para ele, o São Paulo vem sendo vítima de sucessivos erros. "Os erros de arbitragem estão se repetindo e isso tira o brilho dos jogos. O futebol vai ganhar em credibilidade quanto mais a gente diminuir o número de erros. Contra o Corinthians, alguns lances foram decisivos para o resultados, como o gol anulado do Militão."

O treinador garantiu que, apesar da situação e das queixas quanto à arbitragem, não se sente desmotivado. "Estou cada dia mais motivado, ainda mais vendo o comportamentos dos atletas e da torcida. Estamos no caminho para ver as coisas acontecerem e vamos lutar ponto a ponto para tirar o São Paulo dessa situação." 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.