Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

São Paulo perde do Flamengo e entra na zona de rebaixamento do Brasileirão

Time tricolor é derrotado por 2 a 0 na Ilha do Urubu e vê a pressão aumentar no campeonato

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

02 Julho 2017 | 18h00

A 11ª rodada do Campeonato Brasileiro vai ficar marcada na memória do torcedor são-paulino e não por um bom motivo. O São Paulo sucumbiu diante do Flamengo na Ilha do Urubu e, com a derrota por 2 a 0, entrou na zona de rebaixamento. Cada vez mais pressionada, a equipe de Rogério Ceni chegou a seis partidas sem vitória e confirmou a péssima campanha como visitante - um empate e cinco derrotas. O cenário é de impaciência e muita insatisfação por todos os lados.

O São Paulo ocupa apenas a 17.ª posição na tabela, com 11 pontos, mesmo número do Bahia, mas fica atrás no critério de gols marcados (13 dos baianos contra 10 dos paulistas). Desde o Brasileirão de 2013 o time tricolor não aparecia na zona do rebaixamento. Já o Flamengo manteve 100% de aproveitamento em quatro jogos no estádio da Ilha do Governador - Chapecoense, Ponte Preta e Santos nas rodadas anteriores - e chegou a 20 pontos, na terceira colocação do Brasileiro. 

Sem Thiago Mendes, negociado com o Lille, da França, o São Paulo foi para campo com Wesley e promoveu a estreia de Petros. O volante, apresentado na última quinta-feira, entrou no lugar de Denilson. Entre uma trombada e outra, o camisa 6 derrubou Guerrero na entrada da área e viu uma  falta perigosa ser marcada contra o time tricolor. Aos 37 minutos, o atacante peruano mandou um chute certeiro no ângulo esquerdo de Renan Ribeiro, abrindo o placar para os donos da casa. 

O jogo tinha começado em um ritmo lento, com pouca criação dos dois lados e muitas faltas na intermediária. Aos 30 minutos, o equilíbrio era a tônica. O gol de Guerrero desconcentrou o time do São Paulo, enquanto o Flamengo aproveitou a qualidade do passe de seus jogadores e ampliou aos 41 minutos. Em velocidade, Guerrero enfiou a bola para Everton Ribeiro, que cruzou para Diego bater de primeira e marcar o segundo do time carioca. 

O placar obrigou o São Paulo, que finalizou apenas uma vez na primeira metade, a deixar a cautela de lado e se arriscar mais na segunda etapa. O time tricolor passou a ter mais posse de bola e conseguiu se aproximar da área do adversário, mas faltou organização para criar chances reais de gol.

O Flamengo ainda deu mais um susto no visitante, salvo por Renan Ribeiro em chute de Diego e, no rebote de Guerrero, o zagueiro Rodrigo Caio tirou a bola em cima da linha. O São Paulo revidou com Cueva e foi a vez de Réver impedir a reação tricolor. Pouco eficiente, o time de Ceni amargou mais um resultado negativo no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 x 0 SÃO PAULO

FLAMENGO - Thiago; Pará, Réver, Rhodolfo e Trauco (Renê); Márcio Araújo e Cuéllar; Everton Ribeiro (Berrío), Diego e Everton (Matheus Savio); Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

SÃO PAULO - Renan Ribeiro; Araruna, Lugano, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei, Wesley (Denilson) e Petros; Marcinho (Wellington Nem), Lucas Pratto e Cueva (Shaylon). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Guerrero, aos 37 minutos, Diego, aos 41 minutos do primeiro tempo.

JUIZ - Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS - Cueva (São Paulo) e Everton (Flamengo).

RENDA - R$ 1.182.167,00.

PÚBLICO - 16.084 pagantes. 

LOCAL - Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.