Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

São Paulo planeja que Rogério Ceni dê mais chances para Denis

Equipe já planeja a sucessão para o veterano goleiro, que tem contrato apenas até o mês de agosto e se aposenta ainda em 2015

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

23 de dezembro de 2014 | 07h32

O São Paulo planeja um revezamento no gol entre o titular Rogério Ceni e o reserva Denis no primeiro semestre do ano que vem. Como Ceni renovou seu contrato até agosto de 2015 e deve encerrar sua carreira em seguida, o clube planeja iniciar a transição desde já, evitando que o goleiro reserva esteja sem ritmo de jogo. O primeiro passo deve ser o Campeonato Paulista, quando a diretoria pretende usar jogadores mais jovens.

O plano, no entanto, não é tão simples como parece. Rogério Ceni é conhecido como "fominha", aquele jogador que quer participar de todas as partidas. Durante a temporada 2014, por exemplo, Denis jogou só cinco vezes, mesmo com o time disputando torneios simultâneos, como o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana.

"Terei uma missão muito difícil. Vou conversar com o Rogério para que o Denis seja o goleiro em algumas partidas. Se ele vai se aposentar no meio ou no fim do ano, gostaríamos de ter o Denis em ritmo de jogo", disse o vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro.

O dirigente pretende entregar a "missão difícil" para o técnico Muricy Ramalho. "O Rogério dá uma explicação importante. Como não tem condição de treinar constantemente, pela idade e pelos esforços, a partida é o treino para o próximo jogo", diz Ataíde. "Quem escala é o Muricy. Quero ver se ele consegue fazer isso."

O goleiro de 42 anos é o atleta com mais jogos pelo mesmo time no futebol mundial. São 1184 atuações. No São Paulo, esse número representa o dobro do segundo colocado, Waldir Peres, que tem 617 partidas. O reserva Denis, que fez 87 partidas desde que chegou ao clube em 2009, parece conformado. "É claro que gostaria de jogar mais, mas respeito os que jogam, principalmente o Rogério, pela história vencedora dele", disse, ao site do clube.

Por outro lado, Denis não desistiu de ter sua chance com a camisa 1 tricolor. "Em 2015 vou trabalhar ainda mais, porque estarei na minha melhor fase quando o São Paulo precisar", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCRogério Ceni

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.