São Paulo põe Corinthians na lanterna

O São Paulo ganhou o clássico por 1 a 0, neste domingo, no Morumbi, e colocou o Corinthians na lanterna do grupo 1 do Campeonato Paulista - está junto com a Lusa. O único gol do jogo foi marcado pelo zagueiro Fabão, ainda no primeiro tempo. Uma reunião da diretoria corintiana nesta segunda-feira deve oficializar a saída do técnico Juninho Fonseca.A derrota deixou o Corinthians na lanterna do grupo 1 do Campeonato Paulista, com apenas 5 pontos, ao lado da Lusa. Na mesma chave, o São Paulo lidera tranqüilo, com 13 e perto da vaga na próxima fase.Não foram necessários nem cinco minutos de clássico para as 20 mil pessoas que foram ao estádio conhecerem o desenho tático que prevaleceria pelos 85 minutos restantes. De um lado, o São Paulo no ataque e confiante. Do outro, o Corinthians sem ambição, fechado na defesa.O primeiro gol perdido pelo São Paulo, aos dois minutos com Grafite, deu a exata noção da diferença entre os dois times. Em campo, os jogadores corintianos tentavam, inutilmente, discutir o que fazer. Nervosos, desta vez não tiveram nem o apoio da Fiel, que preferiu se omitir.Alheio aos problemas do adversário, o São Paulo deitava e rolava. Pela direita, com Cicinho. Pela esquerda, com Fábio Santos. As chances foram se sucedendo até que, aos 29 minutos, o zagueiro Fabão subiu mais que Ânderson e Marquinhos para cabecear e marcar o único gol da partida.O Corinthians desmoronou. Três minutos depois, o sinal do destempero. Régis, sem bola, acertou Fabão. O árbitro Wellington Abade fingiu que não viu.O segundo tempo só não foi uma cópia do primeiro porque o técnico Juninho Fonseca adiantou a equipe do Corinthians. O jogo ficou mais concentrado no meio-de-campo, mas a melhor técnica dos são-paulinos prevaleceu. Fábio Santos, Danilo e Luís Fabiano perderam chances de definir a partida para o São Paulo.A sorte são-paulina é que o Corinthians não incomodava. Sem meio-campo, sem ataque, o time corria mas nada produzia. Fabinho perdeu a cabeça e acertou Fábio Santos. Na média do árbitro, os dois foram expulsos. Mas ainda faltava a consagração. E, durante dois minutos, os torcedores do São Paulo, junto com o time, colocaram o rival Corinthians na roda, aos gritos de "olé".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.