São Paulo põe fim à "farra" dos prêmios

A diretoria do São Paulo decidiu radicalizar e acabar com a ?farra? dos prêmios para os jogadores. Além de não pagar mais nenhuma recompensa por vitória ? apenas por objetivo ?, como ocorre na maioria dos clubes, os dirigentes só vão dar o bicho ao grupo, no Campeonato Paulista, se o time conquistar o título. Ninguém ganhará nada por um eventual triunfo sobre o São Caetano, no domingo, nem por vitória na semifinal. A decisão foi tomada pela cúpula tricolor e já transmitida aos atletas pelo presidente Marcelo Portugal Gouvêa. ?Do que adianta pagarmos prêmio pela vitória contra o São Caetano e pela semifinal, se não ganharmos o título??, indagou Gouvêa. ?Nós só pagamos por objetivo e o objetivo no Paulista é o título.?O dirigente lembrou que, no Brasileiro do ano passado, recompensou os jogadores pela conquista de uma meta, a da classificação para a Libertadores. O São Paulo ainda não definiu como fará com a premiação na competição continental, prioridade para 2004, mas é certo que não haverá bicho pela classificação na 1.ª fase. O dinheiro pode ser dado por avanço em cada etapa, a partir das oitavas-de-final, ou apenas pelo título, como no Estadual.Os são-paulinos disseram não ter restrição à política adotada pela diretoria. ?O São Paulo vem dando premiação por objetivo e isso é uma coisa que não nos preocupa. O importante é que o salário está em dia, que tudo está sendo pago corretamente?, comentou o lateral-direito Cicinho.

Agencia Estado,

18 de março de 2004 | 09h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.