Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

São Paulo prepara novas oportunidades para Carneiro após longo afastamento

Uruguaio volta a jogar depois de mais de um ano e tem se destacado nos treinamentos

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2020 | 05h00

A participação na derrota para o Vasco teve um significado especial para um jogador. O atacante uruguaio Gonzalo Carneiro voltou a jogar pelo São Paulo depois de um ano e quatro meses. Ao entrar nos minutos finais da derrota por 2 a 1 em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro, o atleta avançou um passo importante para superar a longa suspensão imposta por ter sido pego no antidoping ano passado por uma substância presente na cocaína.

O último jogo de Carneiro havia sido a final do Campeonato Paulista do ano passado. Depois disso ele recebeu uma punição de dois anos pelo Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem. A pena, no entanto, foi revista pelo bom comportamento do uruguaio, que passou meses internado em uma clínica de recuperação em Porto Alegre, foi reintegrado ao elenco do clube em julho e mostrou bom rendimento nas atividades comandadas pelo técnico Fernando Diniz.

"O Carneiro depois de tanto tempo tem se dedicado muito, tem sido empenhado nos treinos e por isso entrou no jogo", disse o técnico. O uruguaio ficou cerca de 15 minutos em campo após entrar na vaga de Tchê Tchê aos 33 minutos da etapa final. A substituição, aliás, chamou a atenção já que o reserva foi acionado enquanto um dos principais atacante do elenco, Alexandre Pato, sequer foi acionado.

Diniz explicou que confia no uruguaio e o colocou por confiar nas característica dele. "Eu procuro colocar os jogadores de acordo com o momento que a partida pede. O Carneiro está treinando bem. Um jogador com a estatura dele (1m94) poderia levar vantagem pelo alto para conseguir os gols para a gente empatar", afirmou o técnico são-paulino.

Quem também tem conquistado espaço aos poucos é o atacante Paulinho Bóia, de 22 anos. Revelação das categorias de base, ele foi titular na partida contra o Vasco e recebeu elogios do técnico. "É um jogador de Cotia que foi crescendo e adquiriu a condição de titular pelos próprios méritos", comentou.

O time tem como próximo compromisso na temporada a partida contra o Bahia, no Morumbi, na próxima quinta-feira. "Não dá tempo para ficar remoendo essa derrota. É trabalhar, acertar os pontos e fazemos um grande jogo para voltar a vencer", comentou o goleiro Tiago Volpi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.