Sergio Castro/AE
Sergio Castro/AE

São Paulo promete atacar a Universidad Católica

O Tricolor espera um adversário recuado; a meta é superar a retranca e marcar gols fora de casa

CIRO CAMPOS, Agência Estado

20 de novembro de 2012 | 15h25

SÃO PAULO - O São Paulo promete atacar a Universidad Católica no primeiro jogo da semifinal da Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira, em Santiago. Apesar de esperar um adversário recuado, a ideia é superar a retranca e marcar gols fora de casa.

O técnico Ney Franco disse já ter estudado a forma como o time chileno atua. "A característica da equipe é de jogar com duas linhas de quatro muito próximas entre si. Assim eles congestionam a intermediaria para roubar a bola", explicou.

O artilheiro do time na temporada, Luis Fabiano, promete que o São Paulo será ofensivo. "A gente não sabe jogar pelo empate. É impossível jogar com três atacante e ficar somente atrás", afirmou o jogador, que terá a companhia de Lucas e Osvaldo no ataque.

Os próprios chilenos estão cautelosos com o poderio ofensivo são-paulino, que na fase anterior da Sul-Americana passou sem dificuldades pela Universidad de Chile. Em uma enquete realizada no site oficial da Universidad Católica, 59% dos torcedores afirmaram que a melhor forma de vencer a equipe brasileira é apostar nos contra-ataques.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.