São Paulo promete ter dia agitado

Dia do perdão ao goleiro Rogério Ceni ou do anúncio da contratação do atacante colombiano Aristizábal? Por enquanto, a segunda-feira do São Paulo é um mistério. E marcada pela falta de comunicação entre os dirigentes. O diretor de futebol do clube, José Dias, havia anunciado na quinta-feira que se reuniria com o Departamento Jurídico amanhã (30) para resolver esses dois casos. Até aí tudo bem. O problema é que Francisco de Assis Vasconcelos, diretor do jurídico, não foi informado de nada. "Não estou sabendo de nada, ninguém me comunicou", afirmou ele. "Por enquanto, estou sabendo da reunião apenas pela imprensa."Apesar disso, Francisco Assis adianta que dificilmente o perdão a Rogério Ceni ocorrerá nesta segunda-feira. "A reunião da diretoria para avaliar o problema ainda não houve, apesar de o presidente (Paulo Amaral) não precisar me consultar para perdoá-lo. Mas com certeza ele me pediria auxílio." E vai além: "O presidente não vai tomar atitudes precipitadas, pois agimos com prudência no caso."Por enquanto, Rogério continua treinando com o preparador de goleiros, Roberto Rojas, sozinho e em horário separado. E não fala com a imprensa.A possível reunião, então, seria para acertar a definição da contratação do atacante Aristizábal, que disputou a Copa América, na Colômbia. O jogador foi à Justiça contra o São Paulo, no início do ano, para reivindicar passe livre. Os dirigentes do clube propõem ao atleta que retire o processo e defenda o Tricolor por um ano, com a garantia de depois disso receber o passe.Time ideal - O técnico Nelsinho Baptista deve contar com seu "time dos sonhos" já na primeira partida da equipe no Campeonato Brasileiro, quarta-feira, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto. No empate por 0 a 0 de sábado à noite, em Córdoba, com o Talleres, pela Copa Mercosul, o zagueiro Emerson fez sua estréia e Belletti voltou, após defender a seleção brasileira na Copa América. Com isso, falta apenas o meia Júlio Baptista para completar os 11 atletas considerados titulares pelo treinador. O jogador já foi liberado pelo Departamento Médico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.