Érico Leonan / São Paulo
Érico Leonan / São Paulo

São Paulo promove meia-atacante formado na base e estende contrato

Igor Gomes, de 19 anos, vem fazendo a transição para a equipe principal e renova por mais quatro temporadas

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

11 Setembro 2018 | 18h15

O São Paulo acertou nesta terça-feira a renovação de contrato do jovem Igor Gomes, meia-atacante de 19 anos que vem trabalhando com o time principal nas últimas semanas, em processo de transição das categorias de base para o elenco comandado por Diego Aguirre. O vínculo foi estendido até 31 de março de 2023.

No clube desde os 10 anos, Igor passou por todas as divisiões inferiores e colecionou sete títulos: Campeonato Paulista Sub-15 (2014), Campeonato Paulista Sub-17 (2016), Taça BH Sub-17 (2016), Copa do Brasil Sub-20 (2016 e 2018), Copa Ouro da APF Sub-20 (2017) e Copa RS Sub-20 (2017).

"Tenho agora de seguir trabalhando, evoluir a cada treino e buscar meu espaço", afirmou o jogador, fã de Nenê e Diego Souza. "Esta convivência com os atletas mais experientes tem me ajudado bastante. Gosto de ver o Nenê jogar, e agora tenho a oportunidade de aprender com ele diariamente. É uma referência como atleta e pessoa. Também converso com o Diego Souza, que passa conselhos e tem muita história no futebol", disse Igor Gomes, ao site oficial do clube.

Apesar de o meia-atacante ainda nem sequer ter despontado no time de cima, a renovação contratual evita que o São Paulo corra o mesmo risco do caso Éder Militão. O lateral-direito teve uma ascensão meteórica e, quando já estava em evidência, bateu o pé para aceitar estender o acordo com o clube. No fim das contas, a diretoria teve de aceitar uma oferta do Porto-POR, na última janela de transferências, para não perder o atleta de graça.

 
Mais conteúdo sobre:
futebolSão Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.