São Paulo quer evitar surpresas na PB

O técnico Nelsinho Baptista não quer ver o São Paulo ser mais uma vítima das surpresas que a Copa do Brasil têm reservado aos grandes clubes paulistas. Por este motivo, o treinador tomou suas precauções e até enviou um olheiro à Paraíba para estudar o adversário da equipe nesta quinta-feira, o Treze. O jogo, que marca a estréia do Tricolor na competição, será às 20h30, no estádio Amigão, em Campina Grande."Mandei o Milton Cruz observar o jogo do Treze contra o Botafogo-PB no último fim de semana e temos muitos dados sobre o time", avisou Nelsinho. Segundo treinador, apesar do adversário ter novo técnico - a derrota do Treze por 4 a 0 causou a demissão de Juninho Fonseca -, a equipe paraibana não deverá apresentar muitas alterações e vai jogar na defesa. "Sei que o objetivo deles é provocar a realização da segunda partida, portanto devem montar um time retrancado", avaliou o comandante são-paulino.Tanta preocupação com um adversário de pouca expressão e que está na lanterna da Copa do Nordeste tem justificativa. O Treze tem reputação de dar muito trabalho aos grandes clubes na Copa do Brasil. No ano passado, o Atlético-PR não conseguiu vencer o time paraibano por uma vantagem de dois gols na primeira partida - resultado que, pelas regras da competição, garantiria a classificação antecipada. Foi necessária a realização do segundo jogo, em Curitiba, para os atuais campeões brasileiros conseguirem a vaga para a segunda fase.Em 1999, o Corinthians passou um sufoco. Na primeira partida, em Campina Grande, o time não passou de um empate por 1 a 1. O Alvinegro só conseguir eliminar o adversário num segundo jogo dramático: no primeiro tempo o Treze abriu vantagem de 2 a 0. No segundo, o time paulista conseguiu o empate. A vaga teve de ser disputada nos pênaltis, em pleno Pacaembu.Tática - Para a partida desta quinta-feira, Nelsinho garantiu a escalação dos mesmos titulares do empate contra o Botafogo, por 2 a 2, no último sábado. Com isso, o esquema com três zagueiros - Wilson, Emerson e Jean - será mantido. A preocupação do treinador com a defesa é grande, uma vez que a equipe sofreu 13 gols em cinco partidas no Torneio Rio-São Paulo. O técnico também quer evitar surpresas como as do Santos, Corinthians e Portuguesa, que não conseguiram evitar a realização do segundo jogo na Copa do Brasil.O lateral Belletti vai ser observado com atenção pela comissão técnica. Segundo Nelsinho, o jogador não tem conseguido repetir nos últimos jogos as apresentações que justificaram suas várias convocações para a seleção brasileira no ano passado. "Conversei com ele e espero que ele tenha uma reação positiva", disse o treinador são-paulino, que não descarta a possibilidade de promover Gabriel a titular caso Belletti continue jogando mal.Apesar da opção por três zagueiros, Nelsinho não esconde: quer conquistar a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil já nesta quinta-feira. "Neste tipo de competição é importante não deixar as coisas se complicarem."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.