São Paulo quer mudar data de jogo

O superintendente do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, solicitou a mudança da partida São Paulo e Grêmio, que está prevista para ocorrer no sábado, para o mesmo horário de Cruzeiro e Vitória, no domingo (16h00), o outro jogo do Grupo C. A direção do clube aguarda a resposta da empresa Sports Promotion, responsável pela organização da Copa dos Campeões. A idéia de pedir a mudança partiu do técnico Oswaldo de Oliveira, ao final do treino desta terça-feira. "É dífícil para um concorrente à vaga jogar antes de outros adversários, que vão conhecer o nosso resultado antes e se preparar", reforçou o técnico ao salientar que não acredita que haja um "jogo de compadres" entre Vitória e Cruzeiro. "O pessoal desses dois times é muito responsável". Oswaldo fez questão de dizer que está preocupado em trabalhar a cabeça dos jogadores para o confronto do São Paulo, sem pensar na partida dos outros concorrentes. O técnico concorda com as opiniões do goleiro Rogério Ceni, que criticou a qualidade do gramado do campo de treinamento e do estádio Machadão. "As condições do gramado podiam ser melhores", ressaltou Oswaldo. Ele acha que o gramado do Machadão é irregular, o jogo fica lento e a bola perde velocidade. O treino do São Paulo foi acompanhado pelo ex-lateral esquerdo da Seleção Brasileira de 1974, Marinho Chagas. O ex-craque cumprimentou Oswaldo de Olveira e veio dar uma força ao meia Souza, reserva do São Paulo. Marinho está disposto a trabalhar em qualquer país. "Falo quatro idiomas e estou louco para trabalhar", afirmou o ex-jogador, que no dia 12 de agosto irá colocar seus pés na calçada da fama do Maracanã, em companhia de outros craques do passado como Nilton Santos e Franz Beckembauer. No treino de hoje, o atacante Sandro Hiroshi levou uma pancada no tornozelo direito após disputa com o goleiro Maurício. O médico do São Paulo, José Sanchez de Aquino adiantou que a contusão não preocupa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.