São Paulo quer tirar Léo do Santos

O lateral-esquerdo Léo, do Santos, está muito próximo do São Paulo. Deve ser anunciado como um dos primeiros reforços do time após o final do Campeonato Brasileiro, no dia 19.O contrato como Santos termina dia 31 e Léo deseja sair. Ele se queixa de não ser bem reconhecido na questão salarial e reclamou a amigos que, quando ia discutir renovação de contrato com Marcelo Teixeira, o presidente do clube levava muitos assessores à reunião, o que o inibia. E assinava por menos do que queria.Léo ganha R$ 65 mil mensais, valor condizente com os parâmetros do São Paulo. Júnior, o titular da lateral-esquerda são-paulina, recebe R$ 120 mil e não tem agradado a Leão.Ao contrário de Júnior, Léo agrada muito ao treinador, que o dirigiu no Santos e na seleção brasileira - foi o titular na Copa das Confederações de 2001, no Japão. Leão foi demitido da seleção por Ricardo Teixeira e já disse que, se continuasse, convocaria Léo para o jogo contra o Uruguai, pelas Eliminatórias, em Montevidéu. Seria o reserva de Roberto Carlos.No Santos, Léo era considerado o jogador merecedor de mais respeito por parte de Leão, o que causava ciúme entres os outros jogadores. Muitos o chamavam de "queridinho do treinador."Léo, por sua vez, é agradecido a Leão, que lhe deu oportunidades e reconheceu seu valor. É um grande admirador do técnico do São Paulo. E não está se dando bem com Luxemburgo no Santos.Para ter Léo, Leão recusou Serginho. O lateral do Milan, que havia acertado seu retorno ao São Paulo em janeiro, foi surpreendido pela recusa do treinador.Leão disse que não seria bom ter duas estrelas internacionais na mesma posição. Agora, Júnior pode ter de lutar por uma vaga no meio-de-campo.Sábado passado, Júnior reclamou por ter sido substituído por Souza na partida contra o Internacional. Leão foi duro na resposta. Disse que, se ele não gosta de sair, precisa jogar mais para merecer ficar em campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.