Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

São Paulo recebe cobranças excessivas, reclama Carlinhos

Para ele, outros times do País estão mal, mas são menos cobrados

CIRO CAMPOS, O Estado de S.Paulo

19 Março 2015 | 18h25

A vitória por 1 a 0 sobre o San Lorenzo, pela Copa Libertadores, na última quarta-feira, transformou o ambiente no São Paulo, mas para o elenco, as críticas sobre o desempenho do time costumam ser injustas. Segundo o lateral-esquerdo Carlinhos, outras equipes brasileiras também têm jogado mal neste início de temporada, mas não recebem tantas cobranças como as que têm recaído sobre o São Paulo.

"O São Paulo está ganhando apertado dos adversários, mas é mais cobrado pelos jogadores que têm. Temos a obrigação como profissional de apresentar um bom futebol, mas não vejo tanta diferença entre nós para outros times", disse Carlinhos, autor do passe para o gol marcado por Michel Bastos contra o time argentino, já nos minutos finais da partida no Morumbi. 

"Lógico que temos muito o que corrigir, mas pelo resultado e pelo que estávamos buscando, em casa, com o torcedor agoniado, o time teve a postura de buscar o resultado", acrescentou.

O elenco se reapresentou nesta quinta-feira no CT da Barra Funda e pôde ter um dia bem mais tranquilo do que os anteriores, quando as derrotas para o Corinthians e a necessidade de evoluir colocavam a equipe sob pressão para obter resultados nos próximos jogos. "Logo depois do jogo tivemos uma sensação de alívio. A tensão foi muito grande, mas depois da vitória tivemos ainda a sensação de que nosso time pode fazer mais", admitiu Carlinhos.

Segundo o jogador, a atuação do time na última quarta-feira já demonstra uma evolução, pelo empenho coletivo, pelas jogadas de linha de fundo e mais movimentação das linhas táticas. "Fomos muito criticados depois da derrota para o Corinthians, só que já estamos na terceira vitória seguida. Concordo que o São Paulo poderia estar jogando melhor, mas outras equipes tidas como favoritas também estão ganhando apertado os seus jogos". 

O próximo compromisso do São Paulo é no domingo, contra o Marília, no Morumbi. Para a partida, válida pelo Campeonato Paulista, o técnico Muricy Ramalho não vai poder contar com o volante Hudson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e com o atacante Alexandre Pato, que está com uma lesão no tornozelo direito.

Mais conteúdo sobre:
futebol São Paulo FC Carlinhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.