Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

São Paulo recebe Novorizontino em nova chance para Pato se firmar

Atacante deve ser titular devido a lesão de Helinho; exceto por isso, escalação deve ser a mesma do último jogo

Redação, Estadão Conteúdo

03 de fevereiro de 2020 | 04h30

O jogo desta segunda-feira entre São Paulo e Novorizontino, às 20h, no Morumbi, será especialmente importante para um jogador: Alexandre Pato. O atacante terá uma ótima oportunidade para ganhar pontos em sua luta para se tornar um titular absoluto do time comandado por Fernando Diniz.

A bem da verdade, Pato só conseguiu um lugar na equipe por causa de um infortúnio de Helinho, que sofreu uma lesão de tornozelo e vai ficar fora dos gramados por algumas semanas. Outro fator que ajuda o jogador revelado pelo Internacional é a ausência de Antony, que está defendendo a seleção brasileira no Pré-Olímpico da Colômbia.

Pato já teve a oportunidade de começar a partida contra a Ferroviária, na última quarta-feira. Ele se movimentou bem e criou algumas oportunidades, mas não fez gol. Não há dúvida de que balançar a rede com frequência será fundamental para Pato se manter no time quando Antony voltar, no começo da semana que vem - o Pré-Olímpico está marcado para terminar no domingo.

Como Antony tem status de titular indiscutível do São Paulo, restará a Pato a briga com Pablo pela vaga de centroavante. Portanto, ele terá o jogo desta noite e o duelo contra o Santo André, no próximo domingo, para convencer Fernando Diniz de que é o homem certo para comandar o ataque.

Satisfeito com o que viu no triunfo por 2 a 1 sobre a Ferroviária, o treinador são-paulino deverá repetir a equipe que foi titular na quarta-feira. Daniel Alves e Vitor Bueno não treinaram na sexta-feira por causa de pequenos problemas físicos, mas já no dia seguinte trabalharam normalmente e estão garantidos na partida contra o time de Novo Horizonte - que não sofreu gols em seus três jogos no torneio estadual.

Líder do Grupo C do Paulista, com sete pontos, o São Paulo pode abrir vantagem na chave em caso de vitória no Morumbi. A equipe conquistou duas vitórias e um empate nas três primeiras rodadas da competição estadual, com quatro gols marcados e apenas um sofrido.

A boa largada do Novorizontino no Estadual, conseguindo sete pontos em três jogos, fez a diretoria tomar uma decisão: poupar alguns jogadores diante do São Paulo. O objetivo é ter o time completo para a estreia na Copa do Brasil, na próxima quinta-feira, em Novo casa, diante do Figueirense.

A decisão tem influência financeira. Pela boa campanha no Paulistão do ano passado, o clube conquistou a vaga na competição nacional. A simples participação garante uma cota de R$ 540 mil. E passar pelo Figueirense já garantirá mais R$ 650 mil.

O técnico Roberto Fonseca concordou com a decisão, mesmo porque serão três jogos nesta semana num período de seis dias. O confronto no Morumbi, o duelo diante do Figueirense na quinta-feira e depois o duelo contra o Ituano, domingo em casa, às 19 horas.

O técnico admite que alguns jogadores estão desgastados e devem ser poupados. "São duas competições importantes para o clube e difíceis para nós dentro de campo. É preciso agir com a razão e ver quem realmente tem condições de suportar o ritmo. Mas temos um elenco bem equilibrado e quem entrar, com certeza, vai dar o máximo",  garantiu.

É o caso, por exemplo, do experiente atacante Thiago Ribeiro, de 33 anos. Além dele, o meia Higor Leite também pode descansar no banco de reservas. Em seus lugares entrariam, respectivamente, Jenison e Danielzinho. Um zagueiro também pode ser poupado.

De qualquer forma, Fonseca acredita numa boa atuação de sua equipe, que deve atuar mais precavida no Morumbi. "Será um jogo importante neste momento nosso dentro da competição. Estamos na briga direta pela classificação. Tivemos esse jogo dificílimo contra o Red Bull Bragantino e agora o São Paulo pela frente, ou seja, dois jogos difíceis"  explica, lembrando do empate sem gols com o Red Bull Bragantino na rodada passada.


FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X NOVORIZONTINO

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Hernanes; Vitor Bueno, Alexandre Pato e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

NOVORIZONTINO - Oliveira; Celsinho, Bruno Aguiar, Everton Sena e Paulinho; Adilson Goiano, João Pedro e Danielzinho; Cléo Silva, Felipe Marques e Jenison. Técnico: Roberto Fonseca.

ÁRBITRO - Flávio Roberto Mineiro Ribeiro.

HORÁRIO - 20h.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.