Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo recebe o Botafogo e busca abrir sete pontos na liderança

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira em duelo atrasado da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2020 | 05h00

Na liderança do Campeonato Brasileiro, o São Paulo vai igualar na noite desta quarta-feira o número de jogos do segundo colocado Atlético-MG e poderá abrir sete pontos de vantagem se vencer o Botafogo, no Morumbi, em duelo atrasado da 18.ª rodada. 

Em grande fase, a equipe tricolor está invicta há 16 partidas na competição, com nove vitórias e sete empates. A última vez que o time teve uma invencibilidade tão grande no torneio foi em 2008, justamente no último título nacional conquistado, quando ficou 18 partidas sem ser derrotado.

Após contar com forma máxima nos últimos jogos, o técnico Fernando Diniz terá um importante desfalque para o confronto desta quarta-feira: o meia Daniel Alves terá de cumprir suspensão por causa do terceiro cartão amarelo. O mais provável é que Tchê Tchê fique com a vaga, mas Hernanes e Vitor Bueno correm por fora na disputa.

O ataque novamente terá os artilheiros Luciano, com 15 gols marcados pelo São Paulo, e Brenner, com 18. Luciano foi o autor do gol da vitória sobre o Sport, no último domingo, e recebeu elogios do treinador. “É um jogador que vem rendendo desde o primeiro jogo. É um cara que casa muito bem com o que penso no futebol, é muito aguerrido”, avaliou Fernando Diniz.

Já o Botafogo vive fase difícil e está na penúltima colocação do Brasileirão, com um ponto a mais do que o lanterna Goiás. A equipe carioca não vence há oito partidas e vem de seis derrotas seguidas.

O técnico Eduardo Barroca ainda não poderá comandar o Botafogo, porque cumpre isolamento após ter contraído coronavírus. O auxiliar Felipe Lucena será o responsável por orientar a equipe à beira do campo. O meia Keisuke Honda foi barrado do time titular e dará lugar a Salomon Kalou.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X BOTAFOGO

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara, Tchê Tchê e Igor Gomes; Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Botafogo: Diego Cavalieri; Marcinho, M. Benevenuto, Kanu e R. Forster; Zé Welison, Caio Alexandre e B. Nazário; Lucas Campos, Kalou e Pedro Raul. Técnico: Felipe Lucena (auxiliar). 

Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG). 

Local: Morumbi. 

Horário: 21h30. 

Na TV: Globo e pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.