Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

São Paulo recebe o Figueirense em tarde de despedidas no Morumbi

Ceni e Luis Fabiano dão adeus à torcida durante jogo pelo Brasileiro

Ciro Campos, Igor Ferraz, O Estado de S. Paulo

28 de novembro de 2015 | 07h00

A força do estádio do Morumbi é o recanto de paz que o São Paulo busca para a última arrancada rumo à vaga na Copa Libertadores. O time recebe o Figueirense, às 17h, pelo Campeonato Brasileiro, sem Rogério Ceni, machucado, e no jogo que marca a despedida do atacante Luis Fabiano da torcida.

O penúltimo jogo da temporada coincide com a chegada de muitas mudanças. Na próxima vez em que Ceni e Luis Fabiano estiverem no estádio, não serão mais jogadores do clube. O goleiro vai neste sábado ao jogo apenas para se despedir da torcida. Além disso, o restante do time também jogará diante dos são-paulinos pela última vez antes de a diretoria iniciar a reformulação para 2016.

A derrota para o Corinthians por 6 a 1 no último domingo continua como um trauma e acelerou o ambiente de transformações que virá pela frente no clube. Ontem o atacante Luis Fabiano confirmou que, como não renovou contrato, está de saída no fim do ano e tem como motivação se despedir do Morumbi contribuindo com a vaga na Copa Libertadores.

"O clube pode ter outros objetivos, tem alguns jovens surgindo e possa com a minha saída abrir espaço para eles. Tudo tem um começo, meio e fim. Talvez seja o fim", afirmou o jogador de 35 anos.

Luis Fabiano dispensou a realização de um jogo de despedida e lamentou apenas encerrar a passagem sem mais títulos. Durante a entrevista coletiva, o jogador respondeu todas as perguntas com muita calma e em tom tranquilo, sem fazer reclamações.

O terceiro maior artilheiro da história do São Paulo, com 211 gols, prometeu anunciar nas próximas semanas onde vai jogar em 2016. Clubes da China e até do Brasil estão interessados.

A ligação com a torcida e o posto de segundo maior goleador do Morumbi (atrás apenas de Serginho Chulapa) devem propiciar a Luis Fabiano uma emoção especial ao entrar no gramado neste sábado. Ao lado dele, o parceiro de posição, Alexandre Pato, também deve fazer a última partida no Morumbi como jogador do São Paulo.

O time deve ter três alterações em relação ao último jogo. Os atacantes Rogério e Alan Kardec saem para a entrada de Pato e Luis Fabiano. No meio, o volante Wesley deixa o time e abre a disputa no setor. Thiago Mendes, Hudson e o lateral Carlinhos disputam duas vagas na equipe titular.

O técnico interino Milton Cruz fechou a preparação com um treino recreativo e sem a definição do time. A postura do São Paulo será ofensiva, para aproveitar a instabilidade do adversário, que tenta fugir do risco de rebaixamento, e pagara garantir uma folga na tabela antes da última rodada. No encerramento do Brasileiro o time pega o Goiás, fora de casa.

O Figueirense tem como novidade o retorno do meia Carlos Alberto. O jogador estava suspenso e não enfrentou a Chapecoense na última rodada. A equipe pode confirmar a permanência na Série A em 2016 caso vença o São Paulo e Avaí e Vasco tropecem.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X FIGUEIRENSE

SÃO PAULO: Dênis; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis; Thiago Mendes, Carlinhos (Hudson) e Ganso; Michel Bastos, Pato e Luis Fabiano. Técnico: Milton Cruz.

FIGUEIRENSE: Alex Muralha; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Juninho; Fabinho, João Vitor, Yago e Carlos Alberto; Dudu e Clayton. Técnico: Hudson Coutinho.

Juiz: Wagner Reway 

Local: Morumbi, em São Paulo

Horário: 17h 

Transmissão: Pay-per-view

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.