São Paulo renova patrocínio com a LG

A novela envolvendo o novo patrocinador do São Paulo, que se arrastava desde dezembro, acabou nesta quinta-feira e teve um final surpreendente. O clube não entrou em acordo com a Siemens e fechou com a LG Eletronics, que chegou a mover ação na Justiça contra o clube.Em reunião realizada na tarde desta quinta-feira, os dirigentes são-paulinos e os executivos da empresa sul-coreana acertaram contrato de dois anos, pelo qual o São Paulo vai receber R$ 16 milhões (R$ 8 milhões por ano).Os diretores da LG ficaram desesperados com a ameaça cada vez mais clara de perder um lugar na camisa tricolor e elevaram bastante a oferta, que era de R$ 6,6 milhões por ano, mesmo valor proposto pelos alemães da Siemens. A LG já era parceira do São Paulo desde o segundo semestre de 2001. A Siemens não quis se pronunciar sobre o assunto.A equipe de juniores do São Paulo já usou, nesta quinta-feira, contra o Palmeiras, pela Copa São Paulo, camisa com a estampa da LG.Com a renovação do contrato de patrocínio, o clube paulista se torna, também, parceiro do LG Cheetas, time da Coréia do Sul.No jogo de quarta, contra a Ponte Preta, na abertura do Paulista, o São Paulo entrou em campo com a camisa ?limpa?. No domingo, diante da Portuguesa, o uniforme já levará a marca do grupo coreano.

Agencia Estado,

22 de janeiro de 2004 | 20h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.