Rubens Chiri/ São Paulo
Rubens Chiri/ São Paulo

São Paulo rescinde com Régis após afastá-lo por problemas pessoais

Diretoria decide pelo fim da passagem do lateral-direito pelo clube do Morumbi

O Estado de S.Paulo

03 Outubro 2018 | 20h03

O São Paulo rescindiu nesta quarta-feira o contrato do lateral-direito Régis. O jogador voltou a ter problemas pessoais que o impedem de realizar suas atividades pelo clube. O acordo iria até abril de 2019 e foi encerrado amigavelmente. Ele já não treinava com o elenco são-paulino desde o último fim de semana, quando foi cortado do jogo contra o Botafogo, que terminou em empate por 2 a 2 e culminou na perda da liderança do Campeonato Brasileiro da equipe de Diego Aguirre.

Pela mesma razão, o atleta já havia o tido o contrato suspenso durante um mês, entre junho e julho. Na época, Régis foi reintegrado ao elenco e chegou a ser utilizado por Aguirre em agosto. Entretanto, o lateral voltou a ter problemas e foi afastado novamente. Desta vez, o clube optou pela rescisão contratual, considerando a reincidência do caso.

A decisão também é motivada pelo importante momento que o São Paulo atravessa na atual temporada. A equipe está na terceira colocação do Campeonato Brasileiro e briga pelo título - a equipe do Morumbi está a um ponto do líder da competição, o Palmeiras. Na próxima rodada, as equipes se enfrentam em clássico decisivo. O jogo acontece no Morumbi, no sábado, às 18h.

Régis foi contratado pelo São Paulo após boa campanha no Paulistão deste ano. Defendendo o São Bento, o lateral-direito chamou a atenção dos dirigentes são-paulinos e assinou, em abril, contrato de um ano de duração. Pelo tricolor, o atleta de 29 anos disputou 15 partidas e não marcou nenhum gol. Foi autor de uma assistência no empate por 1 a 1 contra o Fluminense, no começo de setembro, após voltar ao plantel. Régis deu a impressão de que conseguiria dar sequência à passagem pelo clube, mas foi afastado pela segunda vez antes de ter seu contrato rescindido.

 

 

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube Régis futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.