São Paulo: sai Rojas, entra Cuca

Depois de dois dias de reunião, a diretoria do São Paulo anunciou no final da manhã desta quinta-feira, que Roberto Rojas deixará de ser o técnico do time ao final da temporada 2003. A diretoria anunciou também que está praticamente acertada a contratação de Cuca, hoje técnico do Goiás. Segundo o diretor de futebol do Tricolor, Juvenal Juvêncio, o acordo com o novo treinador está quase definido, mas só será fechado depois do encerramento do campeonato, que termina neste final de semana. ?Muito são-paulino pode ficar desconfiado; e eu até sei quem o torcedor queria. Queria alguém como o Felipão, mas este está na seleção portuguesa. Ou então, alguém como Luxemburgo ou Leão, mas eles renovaram com o Cruzeiro e Santos. Ou ainda o Tite, que está indo para o Japão. Estes, portanto, não participam do processo. Muita gente pode dizer que o Cuca não tem experiência, mas fôssemos buscar alguém só com experiência, teríamos que acertar com o Mário Travaglini. O que nós queremos é competência e isso Cuca tem?, argumentou o dirigente.Para Juvêncio, Cuca é um técnico ?disciplinador e sério, sem ser vedete, que é o que nós queremos?. Além disso, continua o diretor, tem ?salários palatáveis?. O diretor de futebol considera a equipe do São Paulo de boa qualidade, mas reconhece que precisa de ajustes. ?Certamente nós faremos estes ajustes, mas que o torcedor não espere nenhum contratação bombástica?, alertou.Se quiser, Roberto Rojas voltará a ser treinador de goleiros, função que cumpria até assumir o cargo de treinador. Milton Cruz, que trabalhava como auxiliar de Rojas, vai continuar na função, ao lado de Cuca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.