Felipe Espíndola/São Paulo
Felipe Espíndola/São Paulo

São Paulo se despede do Morumbi em 2021 e quer evitar pior campanha no Brasileirão

Time tricolor precisa vencer Juventude e América-MG para não amargar a sua menor pontuação na história do torneio

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2021 | 05h00

O São Paulo faz seu último jogo no Morumbi em 2021 nesta segunda-feira. Diante do Juventude, às 19 horas, o time tricolor joga com o pensamento de evitar amargar a sua pior campanha na história do Brasileirão desde 2006, ano em que o torneio passou a ser disputado no atual formato, com 20 equipes.

Depois de enfrentar o Juventude, o São Paulo fecha sua trajetória no Brasileirão 2021 em confronto com o América-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte. A equipe de Rogério Ceni quer duas vitórias para não aumentar a sua lista de feitos negativos que já amarga neste ano. O time tem, por exemplo, o seu pior ataque (28 gols) e o menor número de vitórias (10) na competição desde 2006.

O São Paulo soma 45 pontos e ocupa o 14º posto. A menor pontuação após 38 rodadas foram os 50 pontos somados nas edições de 2013 e 2017. Portanto, o time tem de vencer os dois últimos jogos para não terminar o campeonato com a pontuação mais baixa de sua história. 

Além disso, mesmo que pequeno, o risco de rebaixamento ainda existe. Um triunfo nesta segunda elimina de vez a possibilidade de queda. Luciano e Pablo participaram do último treinamento antes do confronto contra o Juventude. A dupla se recuperou de lesão e volta a ser opção para Rogério Ceni, mas a escalação de ambos no time titular não deverá acontecer no jogo desta segunda.

Luciano sofreu uma fratura no punho no jogo contra o Palmeiras, no dia 17 de novembro, e precisou passar por uma cirurgia. Ele tem treinado com uma proteção no local. Pablo se recuperou de entorse no joelho esquerdo, sofrido no jogo contra o Athletico Paranaense. O zagueiro Walce, os volantes Willian e Luan e os atacantes Galeano e Eder continuam realizando tratamentos no departamento médico.

O Juventude faz o jogo da vida diante do São Paulo. A equipe aparece com 43 pontos e a primeira fora da zona do rebaixamento. Está pressionada pela vitória do Bahia sobre o Fluminense e precisa ganhar no Morumbi para se livrar do perigo do descenso. Para o duelo, o clube gaúcho conta com o retorno do técnico Jair Ventura, que estava suspenso na derrota para o Fortaleza por 1 a 0, na Arena Castelão. 

Além do treinador, o Juventude terá o zagueiro Juan Quintero, porque este desfalcou o clube porque pertence ao Fortaleza. No entanto, a expectativa é que fique como opção no banco de reservas. Jair Ventura treinou com Vitor Mendes e Rafael Forster entre os titulares.

A principal esperança gaúcha é Ricardo Bueno. O atacante é o artilheiro do time no Brasileirão, tendo marcado sete gols na competição. Ele terá ao seu lado Sorriso e Wescley.

"Vamos com os pés no chão, primeiro conquistar o objetivo que é a permanência, que ainda não alcançamos. Não conseguimos a pontuação necessária, então, temos que tratar o jogo contra o São Paulo como uma decisão", reforçou Jair Ventura.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X JUVENTUDE

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Igor Vinicius, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Igor Gomes, Gabriel Sara e Vitor Bueno (Marquinhos); Rigoni e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

JUVENTUDE - Douglas; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Dawhan, Jadson e Guilherme Castilho; Sorriso, Wescley e Ricardo Bueno. Técnico: Jair Ventura.

ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)    

HORÁRIO - 19h

LOCAL - Estádio do Morumbi

TV - Premiere.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.