Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

São Paulo se prepara para Sul-Americana e Cícero pede cuidado

Tricolor enfrenta o Defensa y Justicia nesta quarta, em Buenos Aires

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

04 de abril de 2017 | 14h54

O São Paulo fará na tarde desta terça-feira um treino fechado, quando o técnico Rogério Ceni definirá o time para enfrentar o Defensa y Justicia nesta quarta, em Buenos Aires, pela Copa Sul-Americana. A volta será no Morumbi em maio, mas os jogadores sabem que precisam de um bom resultado fora de casa para ter tranquilidade.

Além do treinamento, os são-paulinos também vão ver vídeos com análise do adversário, que é pouco conhecido no cenário continental. Para o meia Cícero, só o peso da camisa não vai fazer diferença no duelo. "Não tem mais bobo no futebol. Se não entrar, jogar futebol e propor seu jogo, as coisas podem se tornar difíceis", avisa.

O jogador sabe que o São Paulo tem um mês decisivo, só com confrontos de mata-mata, o que pode dar o tom de como será a temporada do clube. "Nosso lado mental está bem tranquilo. O Rogério tem passado isso no dia a dia e cabe a nós executar", afirma Cícero, ciente de que o desgaste, físico e emocional, será grande.

No fim de semana, o Defensa y Justicia perdeu para o Boca Juniors por 1 a 0, mas mostrou um forte poder de marcação na saída de bola do adversário. E talvez seja isso que o São Paulo vai encontrar em Buenos Aires. "Pode ter marcação pressão, então vamos ver alguns vídeos e nos preparar para isso. Temos de saber dar a bola e fazer uma marcação pressão neles também", diz Cícero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.