Reprodução/São Paulo FC
Reprodução/São Paulo FC

São Paulo se reforça com Alisson, ex-Grêmio, e espera recuperar bom futebol do meia-atacante

Jogador é o terceiro reforço do time paulista, que passa por um processo de reformulação em seu elenco

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2021 | 15h24

Em estreita relação com a diretoria do Grêmio, o São Paulo acertou a contratação do seu terceiro reforço para 2022, o segundo vindo do time gaúcho, que vai disputar a Série B do Campeonato Brasileiro. Trata-se do meia-atacante Alisson, que assinou contrato até 31 de dezembro de 2024. 

Os laços com o Grêmio são tão próximos que o São Paulo enviou por empréstimo Orejuela e Bruno Alves aos gaúchos e, além de Alisson, também trouxe o lateral Rafinha. O outro reforço já confirmado pelo clube do Morumbi é o goleiro Jandrei, ex-Santos. 

Está em curso um processo de reformulação no elenco são-paulino. A diretoria deu a Rogério Ceni carta branca para reorganizar o grupo. Outros jogadores ainda vão chegar e sair para a temporada 2022. Tudo para que seja evitado o estresse passado no último Campeonato Brasileiro, quando a equipe precisou lutar contra o rebaixamento até o fim do torneio, embora tenha vencido o Paulistão sob o comando de Hernán Crespo.

Alisson defendeu o Grêmio nas últimas quatro temporadas e foi rebaixado junto com a equipe gaúcha neste ano. O jogador, de 28 anos, fechou 2021 com 41 jogos, quatro gols e três assistências. O meia-atacante foi contratado a pedido de Rogério Ceni para suprir uma posição até então carente no elenco, a de um atleta rápido que atue pelos lados do campo. Embora não seja tão habilidoso, ele é versátil e visto como peça ofensiva importante no auxílio à marcação.

Alisson nasceu em Rio Pomba, Minas Gerais, e iniciou a carreira no Cruzeiro. Ainda nas categorias de base, o jogador defendeu a Cabofriense antes de retornar ao clube de Belo Horizonte para concluir o seu processo de formação. Após estrear no profissional, o jogador foi emprestado ao Vasco em 2013. Ao retornar do Rio, foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, em 2013 e 2014, e recebeu a oportunidade de defender a seleção brasileira no Torneio de Toulon, na França.

Em 2017, conquistou a Copa do Brasil e encerrou a sua passagem pelo clube mineiro. Pelo Grêmio, Alisson ergueu a taça da Recopa Sul-Americana e foi tetracampeão gaúcho sob o comando de Renato Gaúcho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.