São Paulo segue lutando para ter Oliveira na segunda final

Começou a contagem regressiva do São Paulo para ter o centroavante Ricardo Oliveira no segundo jogo da final da Copa Libertadores da América, na semana que vem em Porto Alegre, contra o Internacional. Os dirigentes do Betis fazem questão de que o jogador se reapresente e cumpra seu contrato até 2011, a partir do próximo fim de semana.A diretoria do clube paulista tem dois emissários que estão cuidando do caso na Espanha, mas até agora não conseguiram uma resposta positiva dos espanhóis.O São Paulo demonstram confiança, mas o próprio jogador dá sinais de nervosismo. Nessa semana não quis dar entrevistas para evitar comentar o assunto. "Continuamos otimistas, ainda temos uma semana para resolver o problema?, disse o diretor de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes.Uma das principais reclamações do Betis é a proposta dos dirigentes do São Paulo de prorrogar o contrato de Ricardo Oliveira por mais três meses e rescindi-lo logo depois da final. Segundo o time de Sevilha, essa prática é ilegal e poderia lhe causar uma denúncia do Internacional à Fifa. ?Não existe nenhum problema jurídico em prorrogar o contrato por esse período, nem para nós, para a CBF, ou à Conmebol?, defende-se Lopes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.