Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

São Paulo só quer disparar

Seis pontos. Este é o número que embala o São Paulo em seu jogo de hoje a partir das 16h contra o Paulista, em Jundiaí. Todos acreditam em uma vitória e num empate no clássico entre Palmeiras e Santos, o que aumentaria a vantagem do São Paulo para o Santos de quatro para os seis pontos tão sonhados.A meta proposta não significa que o time considere a vitória como algo fácil de ser alcançado. Pelo contrário. "É um dos jogos mais difíceis que temos. O Paulista é muito bem armado, um time que joga sério e vai dar muito trabalho. Mas temos condição de vencer e vamos correr atrás disso até o final", diz o atacante Grafite.O volante Josué, considerado um dos destaques do São Paulo mas que não atuou bem contra o The Strongest, quinta-feira, em La Paz, é outro que aposta em um jogo muito difícil."Não tenho dúvidas disso. Ninguém ganha fácil do Paulista, mas o que me anima é que o nosso time busca a vitória sempre até o último minuto. Todo mundo pensou que a gente tinha perdido em La Paz, mas lutamos muito e fizemos o gol nos minutos finais. Em Jundiaí, vamos ter o mesmo espírito de luta."Josué vai ter uma função mais ofensiva, caso Leão opte pelo volante Alê na lateral-direita no lugar de Cicinho, suspenso por três cartões amarelos. "O Alê deve ficar lá atrás, cuidando apenas da marcação. Isso vai dar espaço para eu atacar mais, me juntando ao Danilo", explica Josué.Alê concorda: "Joguei um amistoso contra o Los Angeles Galaxy como lateral e até que fui bem. Estou aí para colaborar, mas não devo atacar muito, não."Com a entrada de Alê, Júnior deve atacar bastante. "Quando o Cicinho joga, a gente se reveza bastante, mas com o Alê em campo eu é que devo atacar mais."Se não escalar Alê, Leão deve optar por uma formação mais ofensiva, com Souza atuando pela direita, como ala. Essa é uma formação corriqueira nos coletivos do São Paulo. O mais provável, porém, é que Souza entre se o jogo estiver empatado.Danilo é uma das armas do São Paulo para o jogo de hoje. Começou o semestre muito mal, mas fez gol nas duas últimas partidas. "O Leão me deu força, me deixou no time e fui entrando em forma. Melhorei bastante e vou continuar arriscando chutes de fora da área."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.