Felipe Oliveira/Bahia
Felipe Oliveira/Bahia

São Paulo sofre segunda queda inesperada e terá de adaptar planejamento

Previsão orçamentária para 2019 contava que São Paulo chegaria ao menos às quartas de final da Libertadores e da Copa do Brasil

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2019 | 04h30

As eliminações nos primeiros compromissos da Libertadores da América e da Copa do Brasil foram inesperadas para a diretoria do São Paulo. A previsão orçamentária do clube para 2019 contava que o time chegaria ao menos às quartas de final das duas competições, o que não aconteceu. No torneio continental, a equipe caiu na segunda fase para o Talleres (ARG) ainda em fevereiro, e no nacional foi eliminada pelo Bahia nas oitavas de final.

O São Paulo previa cerca de R$ 20 milhões com receitas na Libertadores. Após a eliminação precoce, o clube mudou o planejamento para o restante da temporada, algo que vai acontecer novamente por conta da queda na Copa do Brasil. A previsão era de cerca de R$ 5 milhões com receitas (R$ 3.150.000,00 apenas da premiação dada pela CBF aos classificados às quartas de final).

"Pelo que a gente fez um estudo para adaptar a eliminação do começo do ano, dá para contornar isso, acertar o que tem que acertar nessa parada da Copa América, e partir com tudo para as cabeças no Brasileirão", afirmou o executivo de futebol do São Paulo, Raí.

O São Paulo deve fazer uma reformulação em seu elenco durante a parada da Copa América, como indicou o técnico Cuca. Jogadores pouco aproveitados serão liberados, e reforços devem chegar.

"Quando se tem um grupo grande, com jogadores que praticamente sabem que vão sair, mas não de imediato, isso tudo causa um efeito e você está dentro desse contexto. Essas pessoas que vão sair não é que são más pessoas, não são maus profissionais, mas isso foi escolhido para diminuir a folha e também pela eliminação. Não vou dizer que a saída deles vai melhorar, mas com a saída deles e a chegada de outros que vão chegar, tende a melhorar", afirmou Cuca, que atualmente conta com 36 jogadores no elenco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.