Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Edison Vara/Reuters
Edison Vara/Reuters

São Paulo supera Inter fora e vence a 1ª no Brasileirão após nove jogos

No retorno de Crespo, Tricolor faz 2 a 0 com gols de Rigoni e Igor Gomes

Glauco de Pierri, Estadão Conteúdo

07 de julho de 2021 | 23h42

Depois de nove jogos com atuações abaixo da crítica, o São Paulo finalmente voltou a mostrar um bom futebol para o seu torcedor e, enfim, venceu a primeira neste Brasileirão. Nesta quarta-feira, no Beira-Rio, em Porto Alegre, o time do técnico Hernán Crespo dominou o Internacional do começo ao fim do jogo e ganhou com sobras por 2 a 0. A equipe chegou apenas ao seu oitavo ponto em dez partidas, mas ao menos já deixou a zona do rebaixamento.

O São Paulo agora é o 16º colocado no Brasileirão, que mostra como a campanha do atual campeão paulista é ruim. Já o rival gaúcho é o 14º, com dez pontos - a tentativa de reagir será no sábado, no clássico com o Grêmio, fora de casa. Grêmio agora dirigido por Felipão.

Nesta quarta, o São Paulo saiu na frente no primeiro minuto de jogo. O atacante argentino Emiliano Rigoni foi acionado, driblou Daniel, levou para a esquerda e bateu firme para o fundo da rede. O time paulista dominava os primeiros minutos. Aos 13, Daniel Alves tocou para Wellington, que bateu cruzado - a bola raspou na trave e saiu.

O Inter chegou com perigo pela primeira vez aos 22. Patrick tocou para Dourado, que achou Caio livre pela direita. Sozinho, ele bateu firme, mas Tiago Volpi fez excelente defesa, impedindo o empate. Mas o São Paulo voltou a dominar o jogo e Rigoni era o mais perigoso. Aos 26, ele entrou na área e tentou tocar por cima de Daniel, mas a bola subiu. Aos 41, mais uma vez o atacante argentino chegou com perigo. Pedro Henrique errou o domínio e Rigoni tentou encobrir o goleiro.

O time de Crespo ainda teve mais uma chance de ampliar na primeira etapa. Igor Gomes cruzou da esquerda e de novo Rigoni apareceu. Ele cabeceou sozinho. Daniel se esticou e conseguiu espalmar, evitando o segundo gol do São Paulo. Fazia tempo que o São Paulo não se insinuava com tanta confiança. As conversas tidas na semana foram boas e os jogadores entenderam a necssidade de reagir.

Rigoni precisou deixar o time no intervalo, após sentir desconforto na coxa. Mas o São Paulo continuou melhor do que o Inter mesmo no Beira-Rio. O São Paulo chegou ao segundo gol aos oito minutos com Igor Gomes. Foi um golaço. Daniel Alves levantou falta na área, Johnny afastou de cabeça, mas o meia do time paulista pegou o rebote e mandou de voleio, sem chances para Daniel.

O gol antes dos dez minutos do segundo tempo facilitou demais a vida do São Paulo. O Inter, completamente perdido, não levou perigo ao gol do visitante durante os últimos 45 minutos. O time de Crespo apenas tocou a bola e esperou o tempo passar. Assim, o São Paulo confirmou sua primeira vitória no Brasileirão para alívio de todos no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 x 2 SÃO PAULO

INTERNACIONAL - Daniel; Bruno Mendez, Pedro Henrique, Lucas Ribeiro (Saraiva) e Paulo Victor; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Johnny, Patrick (Palacios) e Mauricio (Boschilia); Caio Vidal e Yuri Alberto (Thiago Galhardo). Técnico: Diego Aguirre.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Arboleda, Bruno Alves (Diego) e Léo; Daniel Alves, Luan, Nestor (Liziero), Igor Gomes (Talles) e Welington; Rigoni (Vitor Bueno) e Éder (Rojas). Técnico: Hernán Crespo.

GOLS - Rigoni, a 1 minuto do primeiro tempo. Igor Gomes, aos 9 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Paulo Victor, Bruno Alves, Igor Gomes, Léo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araujo (RJ).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.