Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo tem desfalques no ataque para enfrentar a Chapecoense

Chávez e Luiz Araújo tomaram o terceiro cartão amarelo contra o Grêmio

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2016 | 10h30

O São Paulo tem problemas no ataque para a partida de domingo, às 19h30, contra a Chapecoense, em Chapecó (SP). Os atacantes Chávez e Luiz Araújo tomaram o terceiro cartão amarelo e vão cumprir suspensão automática. "Vou botar o melhor São Paulo em campo", afirmou o técnico Ricardo Gomes, lembrando que não pretende avaliar jogadores que tiveram pouca chance na temporada. "Não tenho essa preocupação."

Para o lugar de Chávez, autor do gol no empate com o Grêmio na quinta-feira, o mais provável é a entrada do jovem Pedro, formado nas categorias de base do clube e que já chegou a ser titular do time. Para Chávez, a ausência na partida nem é o grande problema. Ele queria a vitória sobre o Grêmio para manter o time firme na briga pela Libertadores. "Estou feliz pelo gol, mas não pelo resultado. A vitória era importante para gente."

Já Luiz Araújo ficará fora e Ricardo Gomes terá pouco tempo para escolher o substituto. O mais provável é que Robson, que veio do Paraná, entre em seu lugar. Outra possibilidade é utilizar um meio-campista pelos lados do campo, como Cueva, Daniel ou Jean Carlos. Ou até Carlinhos, que pode atuar no setor, mas foi bastante vaiado no empate com o Grêmio.

Em 13.º lugar no Campeonato Brasileiro, o São Paulo está a seis pontos do G-6, que classifica a equipe para a Libertadores do próximo ano. Mas as chances de vaga na competição sul-americana são bem remotas. Mesmo assim, Ricardo Gomes quer uma boa atuação em Santa Catarina para deixar o time na melhor posição possível no torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.