São Paulo tem mudanças: só no visual

O São Paulo lutará por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista de "cara nova". As alterações no time do técnico Oswaldo Alvarez, que perdeu os últimos três jogos da competição, não serão muitas. A mudança maior será no visual. A camisa tricolor deverá ter um novo "design" e levar, já a partir de domingo, contra a Portuguesa, a marca LG, multinacional sul-coreana que acertou contrato de patrocínio com o clube por um ano. A diretoria fará o anúncio oficial do acordo nesta terça-feira ou quarta-feira. Na quinta-feira, diretores da empresa e o presidente Paulo Amaral reunirão a imprensa num bufê da capital para divulgar detalhes do negócio.É certo que a nova camisa estará pronta no máximo até a próxima semana. Se não estiver disponível para o jogo diante da Lusa, a estréia será no dia 29, contra o Corinthians, na última rodada da primeira fase do Paulista. Desde o mês passado, o São Paulo entra em campo sem o nome de uma empresa estampado na camisa. A Motorola, antiga patrocinadora, pediu a rescisão do contrato. Para encontrar um substituto, a diretoria foi obrigada a aceitar ganhar menos. A Motorola pagava R$ 8 milhões por ano e a LG desembolsará cerca de R$ 6 milhões.Para conseguir a classificação para próxima fase, o São Paulo terá de vencer Portuguesa e Corinthians, em jogos sem local definido. O diretor de Futebol, José Dias, afirmou que o São Paulo não aceitará enfrentar o Alvinegro no interior, para onde a Federação Paulista de Futebol (FPF) pretendia levar a partida. Antônio Roque Citadini, diretor do Corinthians, disse não se importar com isso. "Teremos torcida em qualquer lugar." A definição ocorrerá nos próximos dias.Oswaldo Alvarez, que foi criticado pelos torcedores no último jogo, sábado, contra o União Barbarense, continua prestigiado pela diretoria. "Perdemos porque os adversários jogaram bem. A comissão técnica está fazendo um bom trabalho", afirmou José Dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.