São Paulo teme a bola área dos ingleses

Júnior viu o jogo do Liverpool contra o Saprissa, nesta quinta-feira, com atenção. Anotou fraquezas e força do time Liverpool, impressionou-se com o atacante Peter Crouch, de 2 metros de altura, mas voltou para o hotel com uma certeza. ?Dá para ser campeão, sim. Nós temos tantas qualidades quanto eles. Vamos jogar com personalidade para ganhar esse campeonato. O que mais me impressionou foi a bola esticada para o Crouch. Ele é alto e sempre consegue ajeitar para um companheiro. O melhor jeito é impedir o cruzamento. Vamos ver direitinho qual a função de cada um para sair com a vitória?, afirmou, depois da partida. O lateral-esquerdo garante que não mudará seu estilo de jogo por causa da força do Liverpool ou por esta ser uma partida que decide título tão importante. ?Nosso time joga no 3-5-2 e, nesse esquema, o lateral tem de apoiar. Vamos lutar pela bola, mas com ela dominada. Eu e o Cicinho vamos para o ataque, sim. Não dá para mudar isso?. Se Júnior impressionou-se com Crouch, a atenção de Aloísio dividiu-se entre Sami Hyypia, o finlandês de 1,93m, e Peter Carragher, o inglês de 1,85m, zagueiros do Liverpool. ?Eles são fortes e bons pelo alto. Vou ter de arrumar um jeito de furar esse bloqueio?, disse o atacante, de 1,86m. Briga boa por aí. ?Vamos precisar de muita velocidade e habilidade para acabar com eles?. Amoroso, antes do jogo, falou sobre o Liverpool. ?É um grande time. Os dois zagueiros são bons pelo alto, mas são um pouco lentos por baixo?, disse, repetindo, de forma mais polida, a análise de alguns dias atrás, quando falou que Hyypia é todo duro.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2005 | 15h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.