São Paulo tenta retomar liderança na Copa Libertadores

O São Paulo recebe nesta quarta-feira o Chivas Guadalajara, às 21h45, com o objetivo de devolver a derrota sofrida no México, há duas semanas, e recuperar a liderança do Grupo 1 da Copa Libertadores. O time de Muricy Ramalho tem seis pontos, um a menos que os mexicanos, e quer terminar em primeiro na chave para ter a vantagem de decidir em casa seus confrontos a partir das oitavas-de-final.O desafio maior de Muricy é manter o time concentrado na Libertadores em meio à disputa pelo título paulista. Os jogadores falam que só voltarão a pensar no Ituano, adversário de domingo, e no jogo entre Santos e Portuguesa, nos vestiários, depois da partida, mas a verdade é que, a todo momento, a possibilidade de chegar ao bicampeonato estadual impede o foco total na competição sul-americana.Os problemas de Muricy para escalar o time estão na defesa. O zagueiro André Dias e o ala Souza, com lesões musculares, mais uma vez dão lugar a Edcarlos e Leandro, respectivamente. "Eles entram e dão conta do recado", diz o técnico.Mais dois times brasileiros entram em campo nesta quarta-feira pela Libertadores. Em La Paz, às 19h de Brasília, o Goiás, já classificado, terá cinco desfalques para enfrentar o The Strongest: o zagueiro Aldo e o meia Danilo Portugal estão suspensos; o volante Cléber Gaúcho e os atacantes Romerito e Souza estão contundidos e serão poupados para o segundo jogo da final do Campeonato Goiano, domingo, contra o Atlético-GO.Em Jundiaí, às 19h30, o Paulista joga sua cartada final no Grupo 8 contra o River Plate. A equipe tem apenas dois pontos e precisa vencer os três jogos que restam, além de contar com uma combinação de resultados, para chegar às oitavas-de-final. No River, a atração é a presença do técnico Daniel Passarella, que volta ao Brasil pela primeira vez depois de sua fracassada passagem pelo Corinthians no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.