Rubens Chiri/ saopaulofc.net
Rubens Chiri/ saopaulofc.net

São Paulo tenta superar crise do ataque diante líder Bragantino

Equipe marcou apenas quatro gols em sete rodadas e ainda não venceu no torneio

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2021 | 23h00

Dono do pior ataque do Campeonato Brasileiro ao lado de Sport, Grêmio e Cuiabá, com apenas quatro gols marcados, o São Paulo busca resolver a crise do setor ofensivo diante do Red Bull Bragantino, líder da competição, no Morumbi, neste domingo, às 18h15.

A falta de pontaria é um dos fatores do início desastroso: o time de Crespo ainda não venceu no torneio (cinco empates e três derrotas) e, por isso, está na zona de rebaixamento. Dos 24 pontos em disputa, apenas cinco foram conquistados.

Com oito jogos disputados, o time de Morumbi tem a média de um gol a cada duas partidas. O desempenho representa uma queda brusca em relação ao Campeonato Paulista, quando a equipe conquistou o título com o melhor ataque (38 gols) contra 21 do vice-campeão Palmeiras. “São situações que estamos vivendo e trabalhamos para melhorar isso”, resumiu o auxiliar Juan Branda após o empate diante do Corinthians.

Um dos exemplos dessa queda de rendimento é o atacante Pablo. Artilheiro da equipe em 2021 com nove gols, Pablo perdeu o lugar na equipe titular para Eder. No empate diante do Corinthians, Vitor Bueno foi a opção para o segundo tempo.

Diante do Bragantino, a comissão técnica deve apostar em Eder. Recuperado de problemas físicos e embalado por cinco jogos como titular, o atacante marcou contra a Chapecoense e teve participação direta no gol anotado contra o Ceará - a arbitragem assinalou como contra de Gabriel Dias. Outra opção deve ser Emiliano Rigoni. Depois de um início promissor, com um gol e duas assistências nos primeiros quatro jogos, o argentino entrou no segundo tempo nas últimas duas partidas por fadiga muscular.

Entre as opções ofensivas correm por fora João Rojas, que não saiu do banco nos últimos dois jogos (Ceará e Corinthians), e Vitor Bueno, que não marcou nos últimos dois meses. O último gol foi em 25 de maio, na vitória por 3 a 0 sobre o Sporting Cristal, pela Libertadores. Principal nome do ataque em 2020, Luciano está fora por lesão no músculo posterior da coxa esquerda. Ele deve retornar aos treinos na próxima semana.

Será o terceiro jogo seguido sem o técnico Hernán Crespo, diagnosticado com covid-19. O argentino usou suas redes sociais para informar que retorna ao comando da equipe na próxima segunda-feira. “Eu me encontro muito bem, sem sintomas e cumprindo com o isolamento e a quarentena que os médicos me indicaram. Na segunda-feira terei alta e poderei voltar a trabalhar e retomar minhas atividades com muita vontade e o compromisso de sempre”, escreveu o treinador.

O São Paulo terá pela frente o líder do Brasileirão e único invicto do torneio. Mesmo com o desfalque do zagueiro Léo Ortiz, convocado para a disputa da Copa América, o Red Bull Bragantino sofreu só um gol nos últimos três jogos.

“Sei que o São Paulo não vem em um melhor momento da temporada, mas é uma equipe de tradição gigantesca, com um treinador que já conseguiu fazer um trabalho muito bom no primeiro semestre. Acho que é questão de tempo que consigam encontrar o caminho novamente. Nosso papel é fazer com que isso demore um pouco mais”, disse o técnico Maurício Barbieri.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO - Tiago Volpi, Bruno Alves, Miranda (Diego Costa) e Léo; Daniel Alves, Luan, Liziero, Benítez e Reinaldo; Rigoni e Eder. Técnico: Juan Branda (interino).

BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Natan, Fabrício Bruno e Edimar; Lucas Evangelista, Claudinho e Raul; Artur, Ytalo e Helinho. Técnico: Maurício Barbieri.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

HORÁRIO - 18h15.

LOCAL - Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.