São Paulo testa 3-5-2 e Paulo Miranda é barrado

O técnico interino Milton Cruz resolveu fazer testes no São Paulo no treino desta quinta-feira. O substituto provisório de Emerson Leão alternou duas formações táticas na atividade e barrou o zagueiro Paulo Miranda.

FERNANDO FARO, Agência Estado

28 de junho de 2012 | 17h11

O defensor não ganhou chance nem quando Milton Cruz testou o 3-5-2, com três zagueiros em campo. João Felipe, Rhodolfo e Edson Silva foram os escolhidos. Se optar pelo 4-4-2, Rhodolfo é único garantido no time, enquanto os outros dois vão disputar a vaga restante.

"Fiz alguns testes. Coloquei o time no 3-5-2, depois no 4-4-2. Foi um bom treino, gostei da movimentação dos jogadores. Vamos procurar o melhor jeito para enfrentar o Cruzeiro", afirmou o interino, após o treino de preparação para o duelo com o Cruzeiro, no sábado.

No meio-campo, Cícero sentiu dores no joelho direito e iniciou tratamento no Reffis. Se for cortado, Casemiro iniciará o jogo como titular. Desta forma, o São Paulo deverá entrar em campo no Estádio Independência, em Belo Horizonte, escalado com: Denis; João Filipe, Rhodolfo e Edson Silva; Douglas, Casemiro (Cícero), Denilson, Jadson e Cortez; Lucas e Luis Fabiano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCtreino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.