São Paulo testa novo time no Nordeste

O São Paulo apresenta sua nova equipe diante do Sport Recife, neste sábado, às 18h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, na primeira rodada da Copa dos Campeões. Além do técnico Nelsinho Baptista, o clube paulista vai estrear o lateral-esquerdo Lino e o volante Douglas, contratados recentemente do Iraty, do Paraná, e Botafogo, de Ribeirão Preto, respectivamente. O time do Morumbi sonha com o título para garantir uma vaga na Taça Libertadores da América de 2002. "É uma competição que já começa nas quartas-de-final com jogos eliminatórios", diz Nelsinho, que há três semanas começou a dirigir a equipe, e ainda está acertando detalhes do esquema tático.Ex-lateral-direito do São Paulo de 1971 a 77, o treinador admite que o time disputa a vaga do grupo direto com o Corinthians. Mas o técnico não quer ainda se envolver com a possibilidade do duelo regional para chegar às semifinais. "Antes temos uma decisão contra o Sport, um adversário que não se vive bom momento no campeonato estadual, deverá lutar muito contra nós. Afinal, a Copa dos Campeões é uma grande vitrine, porque o televisionamento vai até para a Europa", ressalta o técnico, que hoje à tarde comandou o primeiro treino do time em Maceió no campo do Corinthians Alagoano.A competição poderá ser também a redenção do atacante França. Fora da seleção de Luiz Felipe Scolari e sem definir ainda se continua no São Paulo ou vai para o futebol europeu, França admite que a Copa dos Campeões pode ser o trampolim para novo salto na carreira."Continuo sendo um jogador muito cobrado pela torcida, mas o título, além de levar o São Paulo outra vez à Libertadores, poderá ter um significado especial para mim tanto no clube, como no caso de uma transferência para o exterior. Comigo, as coisas são mais difíceis. O Marcelo Paraíba, por exemplo, saiu daqui para o exterior, voltou para o Brasil e novamente foi para a Europa, enquanto vivo na indefinição", disse o atacante, considerado um dos maiores artilheiros da história do São Paulo, com 137 gols, dos quais 24 marcados nas 28 últimas partidas.Nelsinho confirmou hoje a escalação de Lino e Douglas. O treinador tinha também uma dúvida na zaga por razões táticas. Mas ele optou po Jean, deixando Rogério Pinheiro na reserva. Lino entra no lugar de Gustavo Nery, que se recupera de gripe e está com problemas estomacais. Aos 24 anos, Lino quer deixar boa impressão logo na estréia e acabar com o ceticismo sobre suas qualidades. Formado nos amadores do Corinthians, clube que defendeu de 1996 a 98, Lino, de 1,83 m, considera-se um jogador experiente. Ele girou o mundo até ganhar uma oportunidade no São Paulo.Antes de ser descoberto no Iraty, o lateral-esquerdo atuou na China, no time B do Atlético de Madrid e no Borussia Mochenglabal, da segunda divisão do futebol alemão, e Mauaense. Lino garante que é eficiente na marcação e no apoio. "Vou provar que o São Paulo fez um excelente negócio em me contratar", disse Lino.Douglas ganhou uma vaga no meio-de-campo. Com 10 dias de treino no novo clube, ele não se considera ainda bem entrosado com os companheiros. "Mas eu estou com muita vontade de estrear, e com o tempo vou me acertando com o resto do time", diz Douglas, de 26 anos, e 1, 76 m. O adversário não será novidade para o volante, pois defendeu o Sport Recife de 1997 a 99. A equipe deverá jogar com Rogério Ceni; Reginaldo Araújo, Jean, Wilson e Lino; Alexandre, Douglas, Simplício e Carlos Miguel; Luís Fabiano e França.

Agencia Estado,

22 de junho de 2001 | 15h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.