São Paulo trabalha para conter euforia

Se no Corinthians a crise está instalada, o clima no São Paulo não poderia ser melhor. O assunto mais comentado nesta segunda-feira, no CCT da Barra Funda, ainda era a goleada por 5 a 1 sobre o rival, no Pacaembu. Mas os jogadores do técnico Paulo Autuori não se esquecem do duelo que o São Paulo terá nesta quarta-feira, contra o The Strongest, da Bolívia, pela Copa Libertadores. O jogo será realizado no Morumbi e os atletas esperam estádio cheio, apesar da pouca venda até agora - até esta segunda, apenas 15 dos 72 mil haviam sido vendidos.O elástico placar de domingo surpreendeu o meia Danilo, autor do terceiro gol do São Paulo - com a "ajuda" de Carlos Alberto, vale lembrar. "Clássico é um jogo de poucos gols, mas fomos felizes. E até podíamos ter feito mais, não fossem as chances perdidas", disse o jogador, que tem a opinião compartilhada por seu companheiro no meio-de- campo, Josué. "Por ser um clássico, foi um resultado um pouco anormal. Mas fizemos por merecer."A invasão de torcedores corintianos no Pacaembu não foi um fato que preocupou apenas os jogadores do Corinthians. Atletas do São Paulo também temeram por algo mais grave naquele momento. "Fiquei assustado e com medo na hora. Imagine se mais gente invadisse o campo? Ainda bem que não aconteceu nada de grave", disse Danilo.Sem dó - Quanto à crise no Corinthians, nenhuma preocupação por parte dos jogadores do São Paulo. "Não ficamos com dó. A gente entrou para vencer e conseguimos um bom resultado", afirmou Danilo. "Só depois da invasão dos torcedores é que passamos a administrar o resultado, para não ter mais problema. O clima estava tenso", comentou Josué, que também temeu por algo mais grave no domingo. "A torcida pode cobrar, mas nunca invadir o gramado. Lá dentro é difícil de a gente se defender. Nunca se sabe o que o torcedor pode fazer."Os atletas agora querem esquecer a boa vitória de domingo e concentrar seus pensamento no jogo da Libertadores nesta quarta, contra o The Strongest. "Não pode ter euforia. Um dia você ganha e no outro perde. O Corinthians já é passado", disse Danilo. Para Josué, o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias com o técnico Paulo Autuori. "A gente não vinha conseguido vencer e agora é aproveitar e partir para outro bom resultado."Os titulares do jogo de domingo tiveram um dia calmo: apenas um treino de fortalecimento muscular. Já os reservas fizeram um jogo-treino contra o São Bernardo e venceram por 5 a 0, gols de Souza (três), Flávio e Lugano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.