São Paulo usa dois times e titulares vencem o São Bernardo

Rogério Ceni, de pênalti, faz o gol do 1 a 0 do time principal no jogo-treino; Zé Luis quase pronto para voltar

Redação

18 de janeiro de 2009 | 13h25

Paulo Pinto/AEAndré Dias (esquerda) e Hernanes tentam impedir ataque do São Bernardo durante o jogo-treino no CCTSÃO PAULO - Com dois times diferentes em campo - um em cada etapa do jogo-treino - o São Paulo venceu com seus titulares o São Bernardo por 1 a 0, gol do capitão Rogério Ceni, de pênalti, na etapa inicial, na manhã deste domingo. Repetindo a formação que treinou no sábado, o time principal foi a base que terminou a temporada 2008, acrescida do zagueiro Renato Silva.Veja também:Especial: as armas dos times para o Paulistão 2009 Paulistão 2009 - TabelaConfira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoA escalação foi: Rogério Ceni, Renato Silva, André Dias e Miranda; Joilson, Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Borges e Dagoberto. "Foi uma atividade muito produtiva, pois treinamos situações de jogo e foi bem legal porque conseguimos fazer boas jogadas, mesmo nesta fase de muitos treinos físicos", disse Jorge Wagner, ao site oficial do time tricolor.No segundo tempo do jogo-treino o técnico Muricy Ramalho trocou todo o time e o esquema (passou para o 4-4-2). Jogaram, então: Bosco; Renato Silva, Anderson e Aislan; Wagner Diniz, Eduardo Costa, Richarlyson, Arouca e Junior Cesar; André Lima e Washington. Nesta etapa, o time do ABC venceu por 1 a 0, com gol do atacante Niander.Todos os jogadores foram utilizados no CCT da Barra Funda, à exceção de Zé Luis, que fez um treino a parte. Agora, o time, após descansar neste domingo, volta ao CCT na manhã desta segunda-feira, às 9 horas.QUASE PRONTOZé Luis, que foi submetido a uma artroscopia no joelho direito e passou praticamente todo o período de férias trabalhando no Reffis, disse neste domingo que esta na expectativa de voltar a jogar pelo São Paulo nas próximas semanas.Ele explica o problema que teve. "Era uma dor que vinha me incomodando e hoje não sinta mais nada. Nunca é legal abrir mão das férias, mas fiz a cirurgia antes do final do ano pra começar a temporada no mesmo nível dos demais. Estou me sentindo bem e em poucos dias estarei trabalhando normalmente", garante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.