Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

São Paulo usa estreia no Paulista como teste para a Libertadores

Time joga com o Red Bull, em Campinas, para ajeitar detalhes

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

30 Janeiro 2016 | 07h00

Na estreia do São Paulo em jogos oficiais na temporada o time enfrenta o Red Bull, pelo Campeonato Paulista, mais preocupado com o compromisso seguinte. Neste sábado, em Campinas, o técnico Edgardo Bauza comanda a equipe em um

teste para o importante jogo de quarta-feira, quando começa a ser disputado contra o Cesar Vallejo, do Peru, uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores.

No clube a prioridade é o confronto internacional, etapa importante para não correr o vexame de ser eliminado tão cedo na competição. Por isso, Bauza vai escalar em Campinas os mesmos titulares, para aumentar o entrosamento e corrigir falhas. "O jogo é muito importante, é o início oficial. Será um teste importante para o dia 3, quando jogaremos no Peru", explicou.

Bauza escala São Paulo com a força máxima contra o Red Bull

 

A ida ao norte do Peru já mobilizou a comissão técnica a alterar a programação de treinos. Os jogadores não terão folga para descansar da partida com o Red Bull e no domingo, irão ao CT da Barra Funda para trabalhos regenerativos. Na terça-feira pela manhã viajam em voo fretado diretamente para a cidade de Trujillo. A operação vai evitar a longa espera por uma escala em Lima.

Bauza finalizou a preparação com um treino fechado no CT da Barra Funda. O técnico trabalhou jogadas de bola parada específicas para usar contra o adversário. O argentino quer que o São Paulo demonstre características que tem tentado implantar após ver as partidas do time no ano passado, como maior compactação e melhor posicionamento defensivo.

Em três semanas de pré-temporada o treinador fez quase todos os dias treinos táticos e disse ter estranhado que a rotina era incomum para os jogadores. "Focamos esse tipo de trabalho e me surpreendeu que ao falar com os jogadores, eles não trabalhavam tanto nisso como eu pensava. Mas todos se adaptaram bem", disse o argentino, que valoriza uma defesa segura e que não leve sustos.

O torcedor deve ver um São Paulo mais conservador com posse de bola e paciente para trocar passes e buscar espaços nas defesas adversárias. Bauza quer um ritmo mais calmo de jogo, até para compensar a falta de preparo físico ideal. Anunciado pelo clube nesta sexta, o argentino Calleri fica fora por não ter sido inscrito nesta primeira rodada. O único reforço em campo será o lateral-esquerdo Mena.

FICHA TÉCNICA

RED BULL X SÃO PAULO

RED BULL: Saulo; Éverton Silva, Anderson Marques, Dráusio e Renan Luis; Willian Magrão, Maylson e Rafael Costa; Igor Sartori, Edmilson e Misael. Técnico: Mauricio Barbieri.

SÃO PAULO: Dênis; Bruno, Breno, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes e Hudson; Michel Bastos, Ganso e Centurión; Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza.

Horário: 19h30

Árbitro: Marcelo Rogério

Na TV: SporTV

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.