Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

São Paulo usa Paulista como laboratório para a Copa Libertadores

Com quatro jogos até o início da participação no torneio continental, o grupo corre contra o tempo para estar mais próximo do ideal

FERNANDO FARO, O Estado de S. Paulo

02 de fevereiro de 2015 | 20h21

A enfadonha primeira fase do Campeonato Paulista vai além de somar pontos e garantir o São Paulo na etapa eliminatória. Para a equipe tricolor, os jogos servirão como estágio antes da estreia na Libertadores, no dia 18, contra Once Caldas ou Corinthians.

Apesar de ter mantido praticamente todo o elenco que chegou ao vice-campeonato brasileiro no ano passado, Muricy Ramalho começa 2015 fazendo experiências no estilo de jogo e a equipe ainda se adapta às novidades. Com quatro jogos até o início da participação no torneio internacional, o grupo corre contra o tempo para estar mais próximo do ideal.

"Temos que usar esses jogos para ter entrosamento e conhecimento do time e da forma como jogamos. Cada jogo temos um aprendizado e precisamos evoluir para chegarmos bem na Libertadores", ponderou Bruno.

É justamente nas laterais que residem o maior problema da equipe, já que Bruno e Carlinhos ainda sofrem para se entenderem com os demais companheiros. A expectativa do ex-atleta do Fluminense é que este cenário seja revertido rapidamente.

"Na sequência dos jogos a gente vai acertar o posicionamento. Muita gente bate no fato de eu e o Carlinhos atacarmos muito, mas jogamos assim no Fluminense. Somos laterais, quando um ataca o outro fecha. Somos um grupo, todos precisam fechar os espaços e um deve ajudar o outro. Estamos treinando para isso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.