Fernando Calzzani|Photo Press
Fernando Calzzani|Photo Press

São Paulo vacila no fim e cede empate ao Novorizontino no Paulistão

Tricolor não consegue segurar a vitória após abrir dois gols de vantagem

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

25 Fevereiro 2017 | 21h37

O técnico Rogério Ceni poupou a maioria de seus titulares, já pensando no confronto do meio de semana pela Copa do Brasil, mas o time acabou apenas empatando no Campeonato Paulista, diante do Novorizontino, por 2 a 2. Assim como na partida com o Mirassol, o time sofreu o empate nos últimos minutos e não conseguiu segurar a vitória após abrir dois gols de vantagem.

Com o campo encharcado, o São Paulo teve muita dificuldade de sair tocando a bola em seu campo e por isso apostou nos chutões, principalmente de Lugano. O Novorizontino pouco pressionava e o jogo foi bastante morno até acontecer o primeiro chute a gol, aos 27 minutos, quando Henrique arriscou e Denis segurou.

A resposta do São Paulo foi rápida e coroou a estratégia dos chutes longos. Lugano mandou de sua defesa, Bruno tabelou com Shaylon e cruzou. Gilberto ajeitou a bola e chutou forte para abrir o placar e marcar seu quinto gol na temporada. Depois, o time visitante passou por um susto, numa cobrança de falta de Fernando Gabriel, mas Denis salvou.

No segundo tempo, o técnico Rogério Ceni promoveu a estreia do volante Jucilei na equipe. O jogador teve sua documentação regularizada apenas na sexta-feira, mas a tempo de embarcar com a delegação para o interior paulista. Ele entrou no lugar de Shaylon e com isso passou a ser o primeiro volante do time, dando mais liberdade para Thiago Mendes.

Em pouco tempo a nova formação deu certo e foi justamente Thiago Mendes que fez o segundo gol. Aos 6, Denis deu um lançamento de sua área, Gilberto apenas desviou de cabeça para Thiago Mendes, que ganhou na corrida dos adversários, invadiu a área e tocou na saída do goleiro para marcar.

A situação do São Paulo estava tranquila até Breno cometer um pênalti em Roberto, aos 22 minutos. O próprio jogador cobrou, diminuiu a vantagem do tricolor e passou a pressionar até o fim. Só que brilhou a estrela do goleiro Denis, que salvou o time em algumas oportunidades e ainda ganhou tempo na reposição de bola.

Só que a pressão da equipe da casa foi tão grande que o time chegou ao empate aos 43 minutos. No cruzamento da esquerda, Railan subiu mais que Breno e empatou o jogo de cabeça, acabando com as pretensões do São Paulo de conseguir mais uma vitória no campeonato.

FICHA TÉCNICA

NOVORIZONTINO 2 x 2 SÃO PAULO

NOVORIZONTINO - Tom; Railan, Domingues, Guilherme Teixeira e João Lucas; Doriva, Roberto, Cléo Silva e Fernando Gabriel (Artur);  Alexandro (Nilson) e Henrique (Everaldo). Técnico: Júnior Rocha.

SÃO PAULO - Denis; Bruno, Lugano, Breno e Buffarini; João Schmidt, Thiago Mendes e Araruna; Shaylon (Jucilei), Gilberto (Chávez) e Neilton (Luiz Araújo). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Gilberto, aos 29 minutos do 1º tempo; Thiago Mendes, aos 6, Roberto, aos 22, e Railan, aos 43 minutos do 2º tempo.

ÁRBITRO - Salim Fende Chavez.

CARTÕES AMARELOS - Cléo Silva, Artur, Buffarini, Breno e Lugano.

RENDA - R$ 391.056,00.

PÚBLICO - 6.494 pagantes.

LOCAL - Estádio Jorjão, em Novo Horizonte.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo FC Futebol Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.