Edu Andrade/Divulgação
Edu Andrade/Divulgação

São Paulo vai atrás de Zé Roberto, que admite sondagem do clube paulista

Reserva no Grêmio, jogador pode fechar contrato com o Tricolor para a próxima temporada

FERNANDO FARO, Agência Estado

26 de setembro de 2013 | 12h25

SÃO PAULO - Sonho antigo da diretoria são-paulina, o meia Zé Roberto recebeu uma sondagem do São Paulo e pode ser o primeiro reforço contratado para a próxima temporada. Atualmente na reserva do Grêmio, o jogador admitiu que foi procurado pelo clube paulista e não escondeu que gostou muito do que ouviu. Seu vínculo atual se encerra no fim do ano.

"Houve um contato e me interessou muito, foi algo bastante interessante. Mas só pensarei nisso nas minhas férias e com minha família. Futebol paulista é sempre atrativo e já me procuraram outras vezes, mas não tinha dado certo. Chegaram a me procurar antes de retornar ao Brasil. Agora estou focado apenas no meu clube", disse o experiente jogador de 39 anos.

Zé Roberto chegou a ficar muito perto de acertar com o São Paulo em 2006, quando utilizou o Reffis, centro de recuperação do clube, para fazer tratamento após uma cirurgia no joelho. No entanto, o Santos atravessou a negociação na última hora e seduziu o meia com uma oferta de R$ 500 mil mensais, fato que irritou a cúpula são-paulina mas, ainda assim, não diminuiu a admiração pelo atleta.

Se for contratado, o jogador chega para disputar posição com Jadson e Ganso, concorrentes badalados e que recentemente tiveram o desempenho contestado pelo presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio. Outra opção é utilizá-lo como segundo volante. Os diretores evitam falar abertamente sobre o assunto, mas uma das figuras mais próximas de Juvenal admitiu as conversas à reportagem e se mostrou empolgado com a possibilidade. "É um sonho antigo nosso, todo mundo sabe", revelou.

Atualmente o meia amarga a reserva no Grêmio, após sofrer uma lesão muscular na coxa esquerda, e não esconde que quer continuar jogando na próxima temporada. Dono de condicionamento físico invejável, ele garante ter capacidade de seguir atuando em alto nível. "Sempre esperamos jogar, mas estou vivendo um momento diferente onde não estou iniciando as partidas. Temos que priorizar a equipe, depois pensamos no futuro", ponderou Zé Roberto.

As negociações estão sendo conduzidas pelo gerente executivo do clube, Gustavo Vieira de Oliveira, mas são acompanhadas de perto por Juvenal. Como São Paulo e Grêmio se enfrentam no domingo pelo Brasileirão, a diretoria são-paulina quer aproveitar a proximidade física do atleta para dar o bote e garantir a contratação para o ano que vem.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCZé Roberto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.