São Paulo vai liberar 10 jogadores

A derrota para o Corinthians nas semifinais da Copa do Brasil e nas finais do Torneio Rio-São Paulo foi a gota d?água para que os novos dirigentes do São Paulo tomassem uma decisão drástica. Vão buscar interessados para 10 jogadores que não farão parte do elenco após o Supercampeonato Paulista, embora não digam isso publicamente. Emerson está sendo devolvido à Portuguesa, Reginaldo, ao Paraná e Douglas, ao Botafogo de Ribeirão Preto. O clube tentará negociar, também, o lateral-esquerdo Gustavo Nery, os atacantes Dill e Sandro Hiroshi, o zagueiro Wilson e os meias Lúcio Flávio, Adriano e Souza. Na visão dos são-paulinos, Souza voltou a se "esconder", assim como Adriano. E Lúcio Flávio, apesar de obediente taticamente, não agradou. Dill decepcionou e, por isso, empresários estão tentando levá-lo de volta a algum clube "pequeno" da Europa. E Sandro Hiroshi também será afastado. Embora o São Paulo tenha feito boa campanha nas duas competições que disputou, os dirigentes ficaram preocupados com a forma como o time jogou as partidas decisivas. Acharam que faltou mais força, mais determinação de alguns atletas. "Vamos esperar a chegada do Oswaldo (de Oliveira, técnico) para estudarmos o elenco e definirmos os planos para as próximas competições", limitou-se a dizer Carlos Augusto de Barros e Silva, diretor de Futebol, que não escondeu o constrangimento por ter ouvido o hino do Corinthians em pleno Morumbi, no domingo, após a decisão do Rio-São Paulo. "Quem o pôs para tocar foram os funcionários da Federação Paulista de Futebol, não o São Paulo." O clube está acertando o retorno do atacante Luís Fabiano, do Rennes, e a permanência de Reinaldo por mais um ano. O lateral-direito Gabriel também vai ter o contrato renovado. Oswaldo de Oliveira e sua commissão técnica serão apresentados amanhã, às 11 horas, no CT da Barra Funda. O time joga contra o Palmeiras, no fim de semana, pelo Supercampeonato Paulista. França estará em campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.