Paulo Pinto / São Paulo
Paulo Pinto / São Paulo

São Paulo vai ter casa cheia para clássico com o Corinthians no Morumbi

Patrocinador vai aproveitar para distribuir 50 mil bandeirinhas para os torcedores no estádio

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2019 | 04h34

O São Paulo espera contar com casa cheia para a primeira partida da decisão do Campeonato Paulista, domingo, contra o Corinthians. Para o duelo no Morumbi, às 16 horas, mais de 45 mil ingressos haviam sido vendidos antecipadamente segundo a última parcial divulgada pelo clube na noite de quinta-feira. A tendência é lotar.

Apesar de os preços dos ingressos terem sido aumentados para a decisão, a torcida tricolor provocou um congestionamento no site de vendas e isso provocou uma lentidão para concluir a compra. Alguns setores, os mais baratos, já estão esgotados e restam apenas os bilhetes para os setores mais caros do estádio.

 

O Morumbi tem capacidade para mais de 60 mil pessoas e, por causa da regra de torcida única nos clássicos paulistas, apenas são-paulinos terão espaço no estádio. Depois, no jogo de volta no próximo domingo, dia 21, na Arena em Itaquera, apenas torcedores do Corinthians poderão ver o jogo no estádio.

"Todas as entradas disponibilizadas para venda online já foram vendidas ou estão em pendência de autenticação, por isso não constam mais como disponíveis. Caso compras não se concretizem, os ingressos retornarão para venda online. E atenção: os ingressos de bilheteria já estão esgotados e, por isso, não haverá venda física nesta sexta-feira no Morumbi e em outros pontos de venda", disse o clube no Twitter.

A fim de fazer uma festa para o São Paulo, o Banco Inter, patrocinador master do clube, vai distribuir 50 mil bandeirinhas do time para quem for ao estádio. Fora do estádio, a festa para a chegada do ônibus do time está pendente e uma reunião nesta sexta-feira entre o policiamento da partida e dirigentes da Federação Paulista de Futebol (FPF) vai definir as diretrizes de segurança.

Com receio de ter seu ônibus apedrejado por torcedores do São Paulo, o Corinthians enviou um ofício avisando que se o veículo for atingido, a equipe não entrará em campo. Já Antonio Olim, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo, avisou que se o alvinegro tiver essa atitude, será decretado W.O. Essa situação deverá ser discutida nesta sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.