Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

São Paulo valoriza ponto fora, mas Rogério Ceni quer melhora no aproveitamento

Time conquistou seu primeiro ponto longe do Morumbi no Brasileirão

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2017 | 22h54

O São Paulo valorizou o ponto conquistado fora de casa no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira. O time empatou sem gols com o Sport, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, e melhorou um pouco o seu rendimento após três derrotas como visitante no torneio nacional. "O resultado foi razoável. Ficaria feliz com a vitória, que era possível. Dos quatro jogos fora, foi o mais próximo que chegamos da vitória", comentou o técnico Rogério Ceni.

No Brasileirão, o desempenho do São Paulo no Morumbi e fora é contrastante. O time tem 100% de aproveitamento em seu campo, mas apenas um ponto em 12 disputados como visitante. Na próxima rodada, recebe o Atlético Mineiro e vai tentar manter o seu ótimo retrospecto em casa diante de um adversário que vem de resultado negativo, com campanha ruim e que busca a reabilitação.

"Nossa campanha está um pouco abaixo do que eu imaginava. Para quem quer brigar por título tem de fazer quatro pontos a cada dois jogos. Domingo temos de buscar os 13 pontos no campeonato e ainda estaremos abaixo do que deveria. Na virada do turno temos de estar entre 30 e 35 pontos. É um campeonato imprevisível, diferente de outros anos", explicou Rogério Ceni.

Para o atacante Gilberto, que teve uma ótima chance nos acréscimos, mas viu o goleiro Magrão defender a sua cabeçada, o duelo contra o Atlético Mineiro será como uma final. "Somar pontos fora de casa é sempre importante. Tivemos determinação, soubemos sofrer no jogo e quase conseguimos a vitória no final. Agora é manter os 100% em casa. Sabemos das dificuldades que teremos ao enfrentar o Atlético Mineiro. Vamos treinar e na sexta e no sábado veremos o que Rogério quer para o duelo de domingo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.