São Paulo vê Atlético-MG como um teste definitivo

Em busca da terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, o São Paulo vê o próximo adversário, o Atlético-MG, como um teste definitivo para o time provar que de fato está em fase de recuperação após conseguir sair da zona de rebaixamento, onde passou 12 rodadas. Depois de bater Ponte Preta e Vasco, que agora ocupam as quatro últimas posições, será a vez de enfrentar o atual campeão da Libertadores nesta quarta-feira, no Morumbi.

CIRO CAMPOS, Agência Estado

17 de setembro de 2013 | 18h33

"Pela qualidade do adversário, é uma grande prova para ver nosso time está qualificado. Mas se a gente perder, ainda temos outros 16 jogos pela frente. Não podemos abaixar a cabeça", afirmou o zagueiro Antônio Carlos. A sequência de três vitórias consecutivas é inédita para o São Paulo neste temporada e pode vir diante de uma equipe que ocupa a 10ª colocação - tem, no entanto, um jogo a menos que os demais.

Será o sexto encontro com o Atlético-MG somente nesta temporada. Na Libertadores, foram quatro jogos, com uma vitória e três derrotas do São Paulo, incluindo uma goleada por 4 a 1 em Belo Horizonte que começou a causar a turbulência no ano do clube. "A equipe do Atlético-MG joga junta há muito tempo e tem uma bola parada muito forte, com jogadores altos", comentou Antônio Carlos.

Em caso de derrota, o São Paulo pode voltar para a zona de rebaixamento nesta 22ª rodada do Brasileirão, desde que Vasco ou Portuguesa vençam seus jogos - ambos jogam em casa, contra Vitória e Náutico respectivamente, equipes que também lutam para fugir das últimas posições.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.