São Paulo vê seu 4º campeão do interior

Uma final atípica, inesperada e que vai apontar um inédito campeão. O melhor time do Campeonato Paulista será conhecido hoje, a partir das 16 horas, no Pacaembu, quando o São Caetano entra em vantagem contra o Paulista, por ter vencido o primeiro duelo por 3 a 1.Até mesmo uma derrota mínima garante ao São Caetano o título. Se o Paulista vencer por dois gols de diferença, então a decisão irá para a cobrança de penalidades máximas. Será muito difícil o time de Jundiaí reverter a vantagem, mesmo porque jamais venceu o rival em 12 confrontos, com nove derrotas e três empates. No próprio Paulistão, os jundiaienses perderam duas vezes. Na fase inicial, o placar foi 5 a 1.Os dois times vão manter o esquema 4-4-2 e a mesma maneira de jogar, usando os contra-ataques como arma. O duelo põe frente a frente dois técnicos novatos, Muricy Ramalho, pelo São Caetano, e Zetti, pelo Paulista. Os dois times vão jogar completos. O Azulão tem uma das defesas mais eficientes entre os times brasileiros e o Paulista conta com o melhor ataque da competição, com 33 gols em 14 jogos.A final do Paulistão acabou esvaziada após as eliminações dos favoritos Palmeiras e Santos. Antes disso, a competição já tinha sofrido baixas por uma série de erros da Federação Paulista de Futebol. Os 21 clubes participantes foram divididos em dois grupos, provocando uma diferença no número de jogos. O regulamento determinou o cruzamento dos melhores times da primeira fase antes da final e a tabela foi feita com apenas dois grandes clássicos: Santos x Palmeiras e São Paulo x Corinthians. O torcedor, inconformado com o preço de R$20 no ingresso, entrou em luta com a entidade através de liminares.Nada, porém, pode tirar os méritos de São Caetano e Paulista, que fecham a competição para escrever uma nova página na história do futebol paulista. E para ser o quarto campeão do interior, juntando-se a Internacional de Limeira (1986), Bragantino (1990) e Ituano (2002).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.