São Paulo vence Atlético-PR e continua vivo no Brasileiro

O São Paulo encarou o jogo contra o Atlético Paranaense, nesta quarta-feira, como uma decisão, logo na 21.ª rodada do Brasileirão. Uma derrota praticamente acabaria com as chances de título e prejudicaria também a corrida por uma vaga na Copa Libertadores. Quase deu tudo errado. Mas, de virada, os paulistas marcaram 3 a 1 e continuaram vivos na competição.Muricy surpreendeu. Em vez de escalar André Lima no ataque, optou por Aloísio, veterano que tem proposta de dois times dos Emirados Árabes Unidos para deixar o São Paulo e nem viajou para Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, no domingo, porque estava com uma lesão no joelho.A intenção era ter uma opção melhor de cabeceio na área. O problema era os cruzamentos saírem. No melhor deles, de Hugo, a bola passou longe da cabeça dos atacantes, mas tocou o travessão.Os paranaenses vieram com quatro volantes, um deles colocado na lateral esquerda. Assim, o Atlético se preocupava antes em marcar e depois em sair para o jogo. Ferreira e Júlio dos Santos foram os motores das jogadas de ataque e criaram boas oportunidades.Na primeira delas, o atacante Pedro Oldoni teve dificuldade de dominar a bola e desperdiçou. Na segunda chance, porém, não perdoou. Aos 24 minutos, Júlio foi à linha de fundo, cruzou rasteiro para a área e encontrou o artilheiro: 1 a 0."Desperdiçamos muitas bolas, falta melhorar o último passe", reclamou Jean, no intervalo. Logo no início do segundo tempo, o São Paulo fez o que o volante pedia. Aloísio executou jogada de pivô e rolou, na entrada da área, para Hugo. O artilheiro do time no Campeonato Brasileiro chutou no canto direito de Gallato e marcou seu oitavo gol na competição.O segundo tempo foi completamente diferente. Se antes a equipe da casa desperdiçava oportunidades, depois do intervalo a eficiência melhorou. André Lima substituiu Aloísio e, na sua primeira jogada, já deu assistência perfeita para Borges marcar o gol da virada: 2 a 1.O Atlético continuou tendo chance nos contragolpes, mas daí foi o lado paranaense que passou a perder muitas oportunidades. Quem não perdeu a única chance que teve foi André Lima. Borges foi ao fundo - a primeira jogada do gênero feita pelo São Paulo no jogo - e cruzou. O atacante acertou um chute de primeira."De repente, a gente poderia não te conseguido virar o jogo, mas fizemos um bom segundo tempo", disse André Lima. "O campeonato não acabou ainda. Vamos acreditar até o fim", afirmou Jorge Wagner.No domingo, o São Paulo vai enfrentar o Coritiba, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. No mesmo dia, o Atlético encarará o Atlético Mineiro, no Mineirão, em Belo Horizonte.Ficha técnicaSão Paulo 3 x 1 Atlético-PRSão Paulo - Rogério Ceni; Zé Luís (Jancarlos), Anderson, Rodrigo e Richarlyson; Jean, Joílson, Hugo (Júnior) e Jorge Wagner; Borges e Aloísio (André Lima). Técnico: Muricy Ramalho.Atlético-PR - Gallato; Alex Fraga (Anderson Aquino), Antônio Carlos, Danilo e Chico; Alan Bahia, Renan, Ferreira e Rodriguinho; Julio dos Santos e Pedro Oldoni (Márcio Azevedo). Técnico: Mário Sérgio.Gols - Pedro Oldoni, aos 24 minutos do primeiro tempo. Hugo, aos 45 segundos, Borges, aos 23, e André Lima, aos 45 minutos do segundo tempo.Cartões amarelos - Borges e Hugo (São Paulo); Alan Bahia e Danilo (Atlético-PR). Árbitro - Célio Amorim (SC).Renda - R$ 115.435,00.Público - 6.006 pagantes.Local - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.