São Paulo vence e fica a um empate do título do Brasileirão

Vitória por 2 a 1 sobre o Sport, fora de casa, deixa equipe são-paulina próxima do pentacampeonato

28 de outubro de 2007 | 18h11

O pentacampeonato do São Paulo agora se resume a mais um jogo, já que venceu o Sport por 2 a 1, na tarde deste domingo, em Recife, em partida válida pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.   Veja também: Classificação Calendário / Resultados   Com 70 pontos, o São Paulo depende de um simples empate diante do já rebaixado América-RN, na próxima quarta-feira, para conquistar o título e ser, de acordo com a CBF, o primeiro pentacampeão do Brasileirão, ficando de vez com a atual taça.   Já o Sport continua com 43 pontos e começa novamente a se preocupar com a zona de rebaixamento, algo que parecia esquecido com a boa seqüência de resultados que teve com a chegada do técnico Geninho.   Ciente da necessidade da vitória, o São Paulo entrou em campo com o time completo, mas a partida no primeiro tempo pode ser resumida através do ícone da equipe, Rogério Ceni, que fez uma defesa muito difícil aos 33 minutos, numa cabeçada sem querer do volante Everton; já no ataque, o goleiro são-paulino marcou mais um gol em sua carreira, novamente de falta, curiosamente, o último gol de falta havia acontecido justamente diante do Sport, no primeiro turno. Aos 27 minutos, Rogério Ceni cobrou sem força, mas foi o suficiente para vencer o goleiro Magrão, que teria sua revanche aos 38, quando defendeu um pênalti cobrado por Ceni.    Sport 1 Magrão; Luizinho Neto (Diogo    ), César, Durval     e Dutra; Bia      (Anderson), Everton, Romerito e Rosembrick (Fabiano); Carlinhos Bala e Da Silva Técnico: Geninho  São Paulo 2 Rogério Ceni; Alex Silva (André Dias), Breno e Miranda; Richarlyson    , Hernanes    , Júnior, Jorge Wagner e Leandro (Souza); Dagoberto (Diego Tardelli) e Aloísio Técnico: Muricy Ramalho Gols: Rogério Ceni, aos 27 minutos do primeiro tempo; Aloísio, aos 17; Da Silva, aos 19 minutos do segundo tempoÁrbitro: Marcelo de L. Henrique (RJ)Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE) Com a vantagem, o estilo de jogo, que marcou o São Paulo nesta temporada, voltou à tona no segundo tempo, com contra-ataques rápidos, aproveitando os erros do Sport, o que aconteceu aos 17 minutos, quando, após bela triangulação, Aloísio driblou seu marcador e tocou na saída do goleiro Magrão para ampliar o placar.   O jogo, que parecia terminado, ganhou um toque de dramaticidade dois minutos depois do segundo gol são-paulino, já que Leandro cometeu pênalti em Dutra, que foi convertido por Da Silva. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.   Ao invés de aproveitar o momento instável do São Paulo, o Sport passou a explorar cruzamentos à área, que foram facilmente neutralizados pela zaga, formada por Breno, Miranda e André Dias - este entrou no primeiro tempo no lugar do machucado Alex Silva. A única chance concreta aconteceu com uma falta cobrada por Romerito, aos 34 minutos, mas Rogério Ceni defendeu, decretando o placar final. Falta apenas um jogo agora...

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.