Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

São Paulo vence e fica perto da vaga

O São Paulo fez a festa de mais de 56 mil torcedores na noite desta quarta-feira, no Morumbi. A boa vitória sobre o Deportivo Tachira por 3 a 0 praticamente colocou a equipe na semifinal da Copa Libertadores da América. Afinal, o time brasileiro pode perder por até dois gols de diferença na próxima quarta-feira, em San Cristóbal, na Venezuela, para avançar na competição da qual não participava havia 10 anos.Foi o primeiro triunfo são-paulino com três gols de vantagem desde o fim do Campeonato Paulista. O São Paulo vinha tendo dificuldade para vencer os jogos em seu estádio nos últimos dois meses. No Brasileiro, por exemplo, apenas empatou com o Paraná, no domingo, e passou com dificuldade por Fluminense e Atlético-PR (1 a 0 em ambos). Na semana passada, pela Libertadores, sofreu para fazer 2 a 1 no Rosario Central.O Tachira, embora tenha entrado em campo irritado com algumas críticas recebidas no Brasil - jogadores foram chamados de gordinhos por um componente da comissão técnica são-paulina em matéria publicada pelo diário Lance! -, não deu muito trabalho. Pelo contrário, preocupou-se apenas em se defender. E acabou perdendo a invencibilidade na Libertadores - era o único que ainda não havia sido derrotado.O São Paulo, que entrou com Gabriel no meio-campo, no lugar de Marquinhos, teve problemas para furar o bloqueio venezuelano no início do confronto. Mas, após o gol de Rogério Ceni, em cobrança de falta, aos 32 minutos, passou a comandar o jogo e a criar boas oportunidades."O primeiro tempo foi duro, o Tachira é uma equipe competitiva, mas o São Paulo jogou bem", analisou Rogério Ceni, que marcou seu 31º gol na carreira.A equipe brasileira passeou na segunda etapa e, se tivesse sido um pouco mais feliz nas finalizações, teria conseguido uma goleada. Mesmo assim, chegou aos 3 a 0 com facilidade. Luís Fabiano, de pênalti, e Gustavo Nery fecharam o placar. Artilheiro são-paulino na Libertadores, com 6 gols, Luís Fabiano deixou o campo com dores na perna direita, mas não preocupa. No domingo, o São Paulo enfrenta o Cruzeiro, pelo Brasileiro, em Belo Horizonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.