São Paulo vence em ritmo de treino

Leonardo e Fábio Simplício tabelam pela direita e deixam o atacante de frente para o gol. Pela esquerda a fórmula é a mesma, com Gustavo Nery e Fabiano. No meio, Ricardinho cadenciando as jogadas. Dentro da área, Luís Fabiano e Kleber tentando e, na maioria das vezes, errando a finalização. Atrás, Rogério Ceni, quando exigido, fazendo as defesas com facilidade. Um treino coletivo? Com tamanha facilidade até poderia ser, mas na verdade foi o primeiro jogo entre São Paulo e Fluminense, nesta quarta-feira à noite, no Morumbi, pela Copa Sul-Americana. O time paulista não encontrou problemas para fazer 1 a 0 no adversário, mas na segunda etapa caiu muito de rendimento, repetindo o futebol dos últimos jogos. Usaram a expulsão de Luís Fabiano como justificativa.O Fluminense, com apenas um atacante, mostrou por que está em situação delicada no Campeonato Brasileiro, onde luta contra o rebaixamento. Nesta quarta, foi facilmente envolvido no primeiro tempo e na segunda etapa, quando o São Paulo já não tinha Gustavo Nery (deixou o campo sentindo contusão na coxa direita) e atuava com um atleta a menos pela expulsão de Luís Fabiano, pouco chegou ao gol de Rogério Ceni ? teve uma chance com Joãozinho, que acertou a trave e outra em cabeçada de Rodrigo Tiuí.Durante a semana, os jogadores do São Paulo afirmaram que queriam vencer com certa vantagem para atuar mais tranqüilos no Rio. Assim, começaram com tudo. Com 39 segundos de jogo, sem que os atletas do Fluminense tocassem na bola, Kleber abriu o marcador, em passe em profundidade de Fábio Simplício. O próprio Simplício teve chance de ampliar, após passe de calcanhar de Luís Fabiano. Grande defesa de Fernando Henrique. O goleador são-paulino também teve sua chance, mas carimbou a trave. Na segunda etapa, Luís Fabiano seria expulso, aos 4 minutos. Ao tentar proteger a bola, acertou o cotovelo no rosto do zagueiro César. Reclamou muito com o árbitro.A partida serviu como treino paro o duelo contra o Atlético-MG, domingo, no Morumbi, pelo Brasileiro, e o São Paulo precisa, de qualquer forma, vencer. Mas o técnico Roberto Rojas poderia ter dado chance aos substitutos de Jean e Fábio Simplício, que não atuarão por estarem suspensos. O placar não foi o pretendido, mas valeu pela vantagem.O próximo jogo está marcado para o dia 1.º de outubro, no Rio. Quem se classificar enfrenta na fase internacional da competição o vencedor do confronto entre The Strongest e San Lorenzo. Nesta quarta, na Bolívia, o time da casa fez 2 a 0 nos argentinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.