Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

São Paulo vence Fluminense no Rio-SP

O São Paulo jogou mal, foi vaiado pelo torcedor, mas conseguiu derrotar o Fluminense por 1 a 0, nesta quarta-feira à noite, no Morumbi. O gol do atacante França, no segundo tempo, deixou a equipe em boa situação no Torneio Rio-São Paulo. Bastará, agora, empatar no Rio, na próxima semana, para alcançar a final da competição. Se perder por um gol de diferença, a decisão será nas cobranças de pênalti.As mudanças do técnico Oswaldo Alvarez não deram resultado. Ele optou por escalar os ?veteranos? Souza e Fabiano desde o início da partida, deixando os jovens Júlio Batista, Harison e Cacá fora do time. Foi obrigado a corrigir o erro e substituir Souza e Fabiano, que jogaram mal, por Cacá e Carlos Miguel.O primeiro tempo foi um festival de passes errados, chutes na arquibancada, faltas e reclamações. Os torcedores não perdoaram e vaiaram os dois times. O Fluminense teve a única chance de gol, logo no início. Roni fez grande jogada, driblou Rogério Ceni e chutou. Reginaldo salvou em cima da linha. O São Paulo não conseguia criar nada. Souza, que não jogava havia 27 dias, falhava nos lançamentos. Os atacantes França e Renatinho não recebiam a bola e não assustavam a defesa adversária. O goleiro Murilo fez a primeira defesa apenas aos 43 minutos, num chute fraco de Souza. Irritado com a péssima atuação da equipe, Vadão pôs Cacá e Carlos Miguel. Valdyr Espinosa também alterou seu time. Substituiu Asprilla, contundido, por Válbson. O São Paulo melhorou um pouco e começou a criar oportunidades de gol. O Fluminense perdeu muito em criatividade no meio. Mesmo assim, quase abriu o placar num chute de Válbson, bem defendido por Rogério. França não desperdiçou a chance que teve e marcou o primeiro para a equipe paulista, aos 23. Recebeu cruzamento de Belletti e finalizou bem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.