Marcio Fernandes/AE
Marcio Fernandes/AE

São Paulo vence o Náutico na estreia do técnico Ricardo Gomes

Equipe faz 2 a 0, vence após quatro jogos, e se diz confiante para recuperar espaço no Brasileirão da Série A

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

27 de junho de 2009 | 18h07

O São Paulo venceu o Náutico por 2 a 0 na estreia do técnico Ricardo Gomes, na tarde deste sábado, no Morumbi, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. "[A equipe]Teve atitude. Conseguimos trocar passes e o Ricardo [Gomes] foi fundamental pela confiança que passou ao grupo", disse Júnior César, que já trabalhou com o novo treinador tricolor.

Veja também:

linkRicardo Gomes prevê mudança de atitude no São Paulo

especial Mercado: as transferências dos times

especial MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especial Visite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela / tabela Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com o resultado, a equipe tricolor chega aos 10 pontos e deixa para trás a ameaça de figurar entre os últimos colocados da competição, posição que agora pertence ao Náutico, que fica estacionado nos oito pontos.

Com apenas quatro dias de trabalho, o técnico Ricardo Gomes optou por algumas modificações na equipe, dando nova chance para Hernanes no meio-campo, assim como a implementação do esquema 4-4-2.

Ciente de que o adversário passava por um momento conturbado, o Náutico entrou em campo no 3-5-2, o que criou muitas dificuldades para o São Paulo na primeira etapa. Ailton e Gilmar tiveram ótimas chances para abrir o placar para o clube pernambucano com menos de 20 minutos, deixando a torcida são-paulina apreensiva.

Como resposta, o São Paulo teve duas chances com Washington, mas errou na pontaria. Durante a semana, o jogador havia dito que poderia ser cobrado caso perdesse oportunidades de gol, e foi pela torcida, que o vaiou após ser substituído no segundo tempo por Oscar.

Melhor em campo, o Náutico quase estragou a estreia de Ricardo Gomes aos 39, quando Asprilla desceu para o ataque e cabeceou dentro da pequena área, mas por cima do gol, para a sorte do goleiro Denis. O atacante Borges fazia a marcação.

SORTE OU COMPETÊNCIA?

Mesmo jogando mal, o São Paulo mostrou que batalha para melhorar sua campanha no Brasileirão logo no primeiro minuto da segunda etapa, quando Hernanes cobrou falta pela direita e o zagueiro Jean Rolt cabeceou para abrir o placar.

Tendo a vantagem, o São Paulo passou a explorar os contra-ataques, mas foi o Náutico que quase empatou em dois lances que só pararam na trave do gol defendido pelo goleiro Denis. "Tínhamos que sofrer riscos para vencer", avisou Jean Rolt.

 São Paulo2
Denis; Zé Luis, Renato Silva    , Jean Rolt e Junior Cesar; Eduardo Costa    , Richarlyson    (Jorge Wagner), Hernanes e Marlos (Hugo); Borges e Washington (Oscar)
Técnico: Ricardo Gomes
 Náutico0
Eduardo; Gladstone    , Asprilla     e Galiardo    ; Sidny (Juliano    ), Derlei    , Johnny, Ailton (Edson Miolo) e Anderson Santana; Gilmar e Márcio Barros (Anderson Lessa)
Técnico: Márcio Bittencourt
Gols: Jean Rolt, a 1, e Hernanes, aos 41 minutos do segundo tempo

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro

Renda: R$ 186.050,00

Público: 8.002 pagantes

Estádio: Morumbi, em São Paulo, SP

Ao ver que sua equipe nada fazia e ainda corria riscos, Ricardo Gomes efetuou as três substituições que tem direito. O time melhorou, passou a tocar a bola com mais rapidez, mas novamente contou com um lance de bola parada para assegurar a vitória. Aos 41, novamente Hernanes cobrou falta - desta vez pela esquerda - e Johnny cabeceou bonito para marcar o gol contra, mas que foi creditado para o jogador são-paulino. "Hoje eu tive a oportunidade de mostrar o meu trabalho. O Ricardo Gomes e todos deram confiança para que eu voltasse a jogar bem", comentou o meio-campista, que inclusive foi o capitão da equipe neste jogo.

De ânimo renovado e esperançoso, o São Paulo se prepara para enfrentar o Coritiba no próximo domingo, às 16 horas, no Couto Pereira, enquanto o Náutico tem pela frente o Internacional nos Aflitos, no mesmo dia, às 18h30.

NOTAS

O meia Marlos recebeu uma pancada na cabeça e, sentindo tonturas, formigamento e ânsia de vômito, foi levado para um hospital realizar exames de rotina +++ Ricardo Gomes estreia com vitória no São Paulo, que não vencia havia quatro jogos +++ Pouco mais de oito mil pessoas compareceram ao Morumbi +++ Richarlyson foi um dos poucos jogadores do São Paulo aplaudidos pelos torcedores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.